Negociando a sua permissão para escalar no Nepal - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Burocracias para o montanhismo

Negociando a sua permissão para escalar no Nepal


Categoria: Outros

Vamos direto ao assunto! A questão que todos perguntam: “Para quais montanhas do Nepal eu preciso de permissão para escalar?”. Resposta: “TODAS!”. Dependendo da altitude, o preço vai ser maior ou menor. Funciona assim:

Texto: Maximo Kausch


Altitude
7 membros
Membro adicional (até 5)
Acima de 8000 metros
10000 U$
1500 U$
De 7501 metros a 8000 metros
4000 U$
500 U$
De 7001 metros a 7500 metros
3000 U$
400 U$
De 6501 metros a 7000 metros
2000 U$
300 U$
Menos de 6501 metros
1000 U$
200 U$

No caso do Everest:

1 membro
25.000 U$
2 membros
40.000 U$
3 membros
48.000 U$
4 membros
56.000 U$
5 membros
60.000 U$
6 membros
66.000 U$
7 membros
70.000 U$
7 membros em
outra rota
50.000 U$


Sem Permissão

Se você for pêgo escalando sem permissão, a pena é de 10 anos sem escalar no Nepal, além da multa de dezenas de milhares de dólares. Sherpas são muito reservados a respeito disso e provavelmente vão te denunciar ao Oficial de Ligação mais próximo. A permissão pode ser pedida a qualquer momento por Oficial de Ligação e também nas entradas de parques nacionais.

Jogue um Oficial de Ligação montanha abaixo

Você não pode matá-lo, não pode ofendê-lo e ele tem o direito de fazer você descer a hora que ele quiser. O Oficial de Ligação tem na verdade, o papel de certificar que as regras do NMA estão sendo cumpridas e também o papel de interligar a comunidade ao estrangeiro. Eles têm o direito de ir e vir no acampamento e você é obrigado a alimentá-los e ceder abrigo. Em casos extremos, os Oficiais de Ligação mais aventureiros vão aos acampamentos altos, mas isso é bem raro. Já ouvi gente que jurou que se tivesse um minuto a sós com o Oficial de Ligação, iria jogá-lo numa greta!!

Oficialmente, um Oficial de Ligação tem que estar em dia sobre o que está acontecendo na sua expedição, mas na maioria das vezes eles só vão fazer algumas visitas ao acampamento-base e só isso. Mesmo assim, você tem que pagar ele! Isso mesmo! E não é só salário, o equipamento também. O salário é de 500 rúpias por dia, avalie a cotação, mas isso são mais ou menos 7 U$/dia. Obviamente, o Oficial de Ligação já tem todo o equipamento necessário para chegar ao acampamento-base, mas a lei exige que você pague pelo equipamento dele. Como eles não são idiotas, eles só aceitam dinheiro no lugar do equipamento. De acordo com o novo código de 2002, os equipamentos são (traduzido do texto original):

Dois sacos de dormir. Um para ser usado no acampamento-base e outro para os acampamentos de baixa altitude. A qualidade deve ser igual ao dos membros da expedição e deve ser novo em folha. Duas calças de lã, 4 pares de meias de lã, um par de luvas, um par de botas para neve, um par de calçados de trekking, um par de polainas, um jaqueta isolante, uma jaqueta corta-vento, uma calça corta-vento, uma calça de pluma, 2 camisetas, um isolante térmico, uma mochila, óculos e uma guarda-chuva ou capa de chuva. Uma barraca para ser usada durante a continuação da expedição. Instrumentos para comer, remédios, instrumentos de uso médico, um carregador.” (Regra ‘10a’, imposta pela NMA)

Como eu disse, eles não aceitam o equipamento, mas aceitam U$ 1500, que é o equivalente ao preço médio do equipamento. A presença do Oficial de Ligação no acampamento-base é diretamente proporcional ao dinheiro que está em jogo. Por exemplo, se a sua expedição for do tipo National Gepgraphic, ele vai estar ali todo o tempo, mas se a sua for estilo pé-rapado ou “low-budget”, como as minhas, ele provavelmente nem vai aparecer. Geralmente, a principal arma das expedições contra os oficiais de ligação, são os cozinheiros. Somente eles conseguem preparar refeições com ingredientes especiais que façam os pobres se sentirem com o intestino um tanto solto demais, se é que me explico. Com certeza, o Oficial de Ligação é o personagem mais odiado no Himalaia, mas também o mais respeitado. Ah sim, já tinha esquecido! Você ainda tem que pagar um seguro de 100 dólares!

O lixo

Você vai ter que pagar uma quantia em dinheiro como depósito. Na volta, o dinheiro será trocado pelo lixo que sua expedição produziu. Eles consideram que quanto maior a montanha, maior é o tempo de permanência e maior a quantidade de lixo produzido. Se o lixo for trazido de volta, você vai ter o dinheiro de volta, mas muita atenção, eles vão fazer de tudo para segurar o seu dinheiro. Não posso deixar de citar o texto original, reparem nos items que eles consideram lixo:

Schedule 10
Relating to sub rule 2 of Rule 27
The following materials shall came under the following garbage:
(a) Garbage which can be destroyed:Toilet paper, paper, cardboard, things made from bamboo, jute and cotton bag, decomposed food or dead body. (!!!)
(b) Garbage which can be recycled:Tin, bottle, jar, plastic can, plastic shit, reusable gas cylinder, and plastic bag or gas container.
(c) Garbage which has to be reimported:Used oxygen bottle, used battery, equipment to be used for climbing or personnel goods etc.



O preço do depósito (em dólares) varia de acordo com a altitude:

Altitude
Preço (retornável)
Everest
4000 U$
acima de 8000 mt.
3000 U$
de 7001 a 8000 mt.
2000 U$ (inclui Ama Dablam)
de 6501 a 7000 mt.
1000 U$
menos de 6500 mt.
500 U$


Meios de Comunicação

Rádios, GPS, câmeras, telefones satelitais, etc, são considerados riscos à segurança nacional no Nepal. Você poderia muito bem pegar o seu telefone satelital, ligar para o exército indiano e ordenar um ataque aéreo dando as coordenadas que você pegou com o seu GPS! Já que isso é algo muito comum hoje em dia, o Ministério do Turismo do Nepal, limitou o número de filmadoras, máquinas de foto e outros aparelhos eletrônicos que podem ser levados por cada expedição. Para levar um aparelho de comunicação, você deve pagar um preço por unidade e ainda tem um limite. Isso não é muito claro de acordo com a lei, já que eles esperam pegar você de surpresa e cobrar uma multa. O melhor a fazer se for pêgo com uma filmadora, é dizer que é para mostrar a sua família, ou seja, jamais deixe a entender que você vai fazer dinheiro com aquilo ou está filmando para mostrar ao público.

Um “incentivo” ao trabalhador local

Além do Oficial de Ligação, você será obrigado a contratar outros trabalhadores, equipá-los, alimentá-los e lhes pagar um salário por cada dia de trabalho. A permissão não será expedida se você não contratar: um Sirdar, um cozinheiro e um ajudante para o cozinheiro. É possível chegar a um acordo com o Ministério de Turismo para não levar estes trabalhadores caso sua expedição seja pequena ou não precise deles.

Quanto tempo demora a permissão em ser expedida?

Teoricamente, a permissão deveria ser expedida em alguns dias, se você:
1 - Mostrar que tem o dinheiro
2 - As condições em que você vai, satisfazem o Ministério de Turismo
3 - O número de expedições não excede o número máximo naquela temporada (isso é muito teórico, já que eles deixam entrar todas as expedições que aparecerem)

A quem você deve recorrer para conseguir a sua permissão?

Para entrar com o pedido de permissão de escalada, você TEM que ter uma agência de turismo/trekking registrada no Nepal. Obviamente, essa é outra forma que o governo do Nepal encontrou para gerar empregos entre o escalador e as montanhas. Procure saber com antecedência qual é a fama daquela agência, e como e quando foi sua última expedição. Há centenas delas em Kathmandu. Quase todas vendem pacotes que incluem, além da permissão, carregadores, comida, transporte, guias, oxigênio, etc. Muitas delas nem tem website e isso complica um pouco.

Entretanto se você deseja ir para lá fazer um trekking ou escalar um 8 mil, o AltaMontanha pode te ajudar com o contato certo (veja aqui).

E se você não tem 7 pessoas para dividir o custo da permissão?

Primeiramente, procure por alguém que já estiver indo à mesma montanha e talvez esteja na mesma situação que você. Se você não encontrar, você vai ter que pagar pelo pacote que alguma agência está vendendo. No Nepal, muitas empresas compram a permissão com antecedência, com o objetivo de vender os lugares mais tarde e assim, ganhando muito mais dinheiro. Provavelmente eles vão cobrar muito mais do que o preço de 1/7 da permissão.

Desde 2009, nós do AltaMontanha realizamos este serviço. Se você não está afim de lidar diretamente com as autoridades nepalesas, não sabe o idioma local, dentre outras dificuldades, entre em contato conosco!

Mais detalhes sobre as leis: http://www.tourism.gov.np
 ,



Publicidade:


Publicidade

Publicidade