10 dicas para subir sua primeira montanha - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Iniciando no montanhismo

10 dicas para subir sua primeira montanha


Categoria: Outros

O Montanhismo e a Escalada fascinam as pessoas há muitos anos. Todos nós somos impelidos a procurarmos uma aventura, a explorarmos o desconhecido e não raras são as grandes aventuras humanas que renderam grandes histórias desde a Grécia antiga. Nós somos assim!

Porém, no mundo atual, com o nível de entretenimento "virtual", parece que cada vez menos aventuras verdadeiras podem saciar nossa sede ambiciosa  pelo desconhecido.  Uma viajem prazerosa, em hotéis requintados, por mais interessante que seja, jamais conseguirá traduzir a sensação de vivenciar algo que a simples vontade nos fez percorrer um caminho tortuoso, de subida íngreme, muitas vezes contra nosso próprio sentido de sobrevivência, onde a grande recompensa é uma magnífica vista por alguns breves minutos.

Assim, relacionamos 10 dicas preciosas para você que deseja muito conhecer o topo de uma montanha, mas não sabia por onde começar!

1. Adquira informações

A internet facilitou muito a vida do montanhista de primeira viagem! Sites, como o www.rumos.net.br, possuem em suas páginas praticamente todas as informações necessárias sobre esta ou aquela montanha. Época ideal, roteiro para levar junto ao GPS, a melhor época do ano. E além dos sites com os roteiros, ainda existem as redes sociais que aproximaram as pessoas, facilitando o contato dos interessados com aqueles que já praticam o esporte.

2. Compre o equipamento certo

Aqui, tudo depende do que você procura e de quanto você quer gastar. À princípio uma boa bota de caminhada e uma mochila são suficientes para uma caminhada de um dia. Se o objetivo for pernoite, a lista de equipamentos mínimo aumenta com pelo menos o saco de dormir, isolante térmico e barraca. Roupas e agasalhos podem ser usados os que se possuem em casa na primeira vez, mas os trajes de montanha confeccionados com equipamentos técnicos sempre serão facilitadores em condições ruins e pela diferença de peso. Se for comprar roupas para montanha, dê preferência inicialmente por um anorack. Uma boa lanterna de cabeça é essencial. E não se esqueça da máquina fotográfica!

3. Encontre os parceiros certos

O montanhismo não é um esporte para ser praticado só, apesar de muitas pessoas com experiência preferirem fazê-lo assim. No começo então, onde as dificuldades serão maiores, vale muito a pena a companhia de outras pessoas ao lado, de preferência que possuam mais experiência. Uma alternativa são as empresas que possuem guias. Algumas incluem até o equipamento necessário. O AltaMontanha.com indica para um primeiro contato a empresa Gente de Montanha.

4. Leve o alimento correto

O que comer nas montanhas? Para trilhas de um dia o melhor são os lanches rápidos, feitos em casa, como sanduiches de queijo. Evite utilizar compostos que estragam com facilidade. Frutas, apesar do peso, são sempre bem vindas. Lembre de castanhas, sucos em pó e biscoitos. Já para as trilhas com pernoite, verifique com seus parceiros se estes costumam levar fogareiro e, se for este o caso, qual o alimento preferido da turma. Reuniões para jantar são sempre ocasiões especiais, e normalmente costuma-se servir o mesmo prato à todos. Evite sempre salgadinhos e produtos enlatados ou industrializados.

Hoje em dia, temos os alimentos liofilizados, que além de serem leves, são nutritivos, muito saborosos e não possuem conservantes.

5. Treinamento é essencial

A primeira montanha nunca será fácil, por mais treinado você esteja. Porém sem treinamento, será muito mais difícil. Então, o negócio é praticar exercícios aeróbicos antes de encarar a montanha. Correr pelas manhãs, trocas o elevador pela escada (nas subidas né!) e pedalar para chegar ao trabalho são alguns exemplos. Outra alternativa são as academias, onde o instrutor pode inclusive preparar um treinamento específico para sua aventura.

6. Coma bem nos dias anteriores e durma bem na noite anterior

Uma boa alimentação é um dos segredos para se sair bem numa atividade de longa duração como a que você irá praticar. Evite frituras e alimentos muito condimentados. Você não vai querer freqüentar o "banheiro" logo na primeira né? Prefira as massas, carnes e frutas frescas.
É difícil segurar a ansiedade antes da primeira aventura numa montanha, mas é preciso. Uma noite mal dormida vai deixar teu corpo cansado para a seqüência de exercícios exigidas, o que pode comprometer a capacidade física de seu organismo.

7. Verifique a previsão do tempo no dia anterior

A previsão é apenas uma tendência. (Se fosse certeza, se chamaria acertação do tempo né?)  contudo, é muito importante verificar antes de sair qual o prognostico. Uma previsão raramente erra por completo. Se existe a tendência de chuva, raramente se encontrará tempestades naquele dia. Um bom conhecimento de climatologia na montanha ajuda!

8. Na trilha nunca julgue o que não conhece

Muitas vezes, a distância que na cidade é muito rápida, na montanha levamos muito mais tempo para percorrer. Uma rocha escarpada ou um vale podem se tornar um desafio intransponível se não escolher a rota correta. Por isso, nas primeiras vezes esteja  sempre numa trilha e siga as indicações existentes. Fitas, setas e até o chão pisado ou não são referências para que esteja sempre no caminho certo.

9. Nunca desista antes do tempo. Nunca ultrapasse o tempo de desistir

Tudo tem sua hora para acontecer. Prefira sair muito cedo para uma montanha à tempo de voltar ainda com a luz do dia. Se tiver que caminhar a noite, que seja na ida!!! Estabeleça um horário para voltar. E, a menos que fatos externos estejam por atrapalhar a investida, como uma lesão ou o mal tempo, respeite esse horário, tanto para continuar a subir quanto para decidir a voltar. A dificuldade nos remete a desafios psicológicos muito grandes, ainda mais na primeira vez , e a partir do momento em que define um horário para regressar, também se define que não se desistirá até que chegue aquele horário.

10. Respeite o local e obedeça as regras de mínimo impacto

Lembre-se sempre que da natureza nada se leva, a não ser recordações e fotos. Conheça as regras de mínimo impacto no site www.pegaleve.org.br.
 




Publicidade