Diretíssima do Abrolhos - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Uma das clássicas do Marumbi

Diretíssima do Abrolhos


Colunista:

Inspirado na conquista dos pioneiros planejamos realizar uma repetição da Diretíssima do Abrolhos,um projeto que estávamos namorando a tempo, porém buscando linhas modernas, escalando em livre.

 

Partindo da Estação Marumbi em 24 de março de 1962, Estaca e Caladinho completam o Paredão Predo, ultrapassam o primeiro degrau do Abrolhos e estudam o segundo. O mau tempo recomenda descer. Retornam em 1 de abril, agora com o Vespa e Tarzan.

 

Vencido o Paredão Preto, ultrapassaram um pequeno teto, do qual Caladinho despencou. Vespa, que lhe dava segurança, ao receber o estirão da corda de nylon, literalmente decolou, dada a diferença de seus pesos. Seu vôo ficou limitado ao cabo de auto-segurança.

 

Atravessaram em seguida o primeiro degrau, percorreram a vegetação, a parede do segundo degrau e, novamente em vegetação, atingiram o Parque do Lineu. Daí em diante, escalaram o Enferrujado, concluindo a primeira escalada diretíssima do Abrolhos.”

 

Trecho do livro As montanhas do Marumbi de Nelson (Farofa) Luiz Penteado Alves, 2008.

 

16 de setembro de 2017

 

 

 

Nosso plano era escalar a via Cristal Negro, varar mato até o segundo degrau, escalar em móvel a via Viagem a Ixtlan, varar mato novamente até o Parque do Lineu onde entraríamos na Chaminé do Gavião e alcançaríamos o platô da Vitória pela recente via Beirando o Abismo do Waldemar.

 

Seguimos na sexta feira no final do dia para o Marumbi, névoa densa, tempo ruim, até que começou uma chuva fina que foi parar por volta das 03:00.

 

Sem tempo para lamentos e focados na escalada acordamos cedo para tomar café, pegamos os equipos e seguimos rumo ao Paredão Preto. Quase chegando na base da via encontramos 2 escaladores perdidos tentando achar a mesma via que entraríamos, por coincidência a dupla de Ponta Grossa também tinham a intenção de fazer a Diretíssima do Abrolhos.

 

As 08:00 iniciamos a escalada da Cristal Negro, sem ter toda aquela aderência que precisávamos na rocha conseguimos progredir na parede. No final da terceira enfiada foi o lance mais tenso pois a saída para o mato estava totalmente molhada e escorregadia, desse ponto já não conseguimos saber se a dupla que vinha atrás continuaria seu projeto.

 

Sem achar nenhum rastro seguimos varando mato até o segundo degrau, onde depois de muito trabalho encontramos a base da via Viagem a Ixtlan. lindos lances de oposição em diedro protegido em móvel na primeira enviada e uma transversal um tanto suja na segunda para então entramos novamente no vara mato rumo ao Parque do Lineu.

 

Por volta das 14:00 estávamos na base da Chaminé do Gavião. Cansados subimos a chaminé e seguimos pela fenda horizontal até chegar na base da via Beirando o Abismo, onde suas 3 enfiadas nos levaram até o platô da Vitoria. O cume estava próximo e seguimos buscando passagem pelos trepa pedras até atingir as 17:00 o cume do Abrolhos.

 

Após 09 horas de escalada e vara mato repetimos a Diretíssima do Abrolhos, escalada intensa com o verdadeiro DNA Marumbino. Escalar leve, rápido e de forma integrada são imprescindíveis.

 




Publicidade