Makalu Invernal: Saiba mais sobre a conquista - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Para entrar na história

Makalu Invernal: Saiba mais sobre a conquista

Para se conseguir alcançar um montanhismo extremo, na região do Himalaia, hoje o alpinista possui três opções. Escalar rotas ´normais´ muito rapidamente, conquistar novas e dificílimas rotas ou escalar durante o inverno. Esta última foi a opção de Simone Moro e Denis Urubko.

Fonte:

Mas, para ambos, não bastava apenas uma escalada invernal. Tinha que ser única! E na região do Himalaia Nepalês, somente o Makalu não possuía uma ascensão invernal. E este foi o objetivo planejado pela dupla, que ontem, exatamente as 13 horas e 53 minutos da tarde, foi alcançado.

"Fechamos o ciclo! O Makalu já não é mais virgem no inverno, depois de 29 anos, Denis e eu conseguimos chegar ao topo - até o último centímetro!

Foi incrivelmente difícil, esta com muito frio e vento. Chegamos exatamente 7 minutos antes das 2 da tarde.

Agora faltam somente os cinco picos do Karakoram!"

Foi o relato de Simone Moro ao portal da internet Explores Web, da conquista que acabara de realizar.

Mas a história desta conquista não começou no ataque final ao topo. Foi, em realidade, na década de 1980, quando em um período de oito anos - muito curto, por sinal -, os montanhistas poloneses de dedicara, a realizar escaladas nunca dantes imaginadas no Himalaia: As Invernais. Neste período conseguiram chegar ao topo de sete das catorze montanhas com mais de oito mil metros. A oitava montanha de 8 mil escalada no inverno foi o Shisha Pangma, no Tibet, em 2005, já pelo italiano Simone Moro, mas naquela oportunidade acompanhado de Piotr Moawski.

Esta escalada trouxe consigo uma grande polêmica, pois algumas semanas antes, o Shisha Pangma havia sido escalado pelo francês Jean Christophe Lafaille, que também havia reclamado o título de primeira ascensão invernal àquela montanha. Contudo o fez antes de 22 de dezembro, data em que se inicia oficialmente o inverno.

No ano seguinte, Jean Christophe Lafaille morreu numa nova tentativa em entrar para a história das escaladas invernais, exatamente no Makalu, agora conquistado no inverno pelo mesmo Simone Moro (desta vez acompanhado pelo Denis).

Antes desta conquista, o Makalu foi tentado outras nove vezes no inverno. No ano passado, duas equipes estavam na montanha na tentativa de conseguir o feito, e dentre os membros, estava o Italiano Simone, acompanhado de Nives Meroi e Romano Bennet. Na outra equipe estava Denis Urubko. Ambos deixaram a montanha de mãos vazias e, inclusive, tendo o italiano Nives com uma fratura na perna.

E foi na desilusão do ano passado que Simone e Denis decidiram unir forças para chegar ao topo da montanha.

A aclimatação ocorreu na região de Khumbu, próximo ao Everest e depois foram direto ao Makalu. Porém um problema quase acabou com os planos da dupla: Os carregadores não conseguiam chegar ao acampamento base do Makalu e parecia que a expedição terminaria antes mesmo de chegar a montanha. Porém quando tudo parecia perdido, conseguiram alugar por um preço exorbitante um helicóptero que levasse a eles e os equipamentos à base da montanha.

Haviam finalmente chegado a montanha, e a ela se dedicaram totalmente. E assim, em apenas 17 dias, estavam do acampamento base ao topo da quinta maior montanha do mundo. A caminhada final iniciou no dia 6 de fevereiro, quando chegaram ao topo no dia 9.

O relato do ataque ao cume foi breve, mas muito descritivo: "Começamos nossa jornada final poucos minutos antes das 6 da manhã. Escalamos muito bem, com regularidade, porém durante as últimas 3 horas tivemos que lutar contra o forte vento. O Makalu não queria que puséssemos os pés lá em cima, mas conseguimos..."

O alpinista ainda lembrou das montanhas de oito mil que ainda não foram escaladas no inverno, todas do Karakoram: K2, Broad Peak, Gasherbrum I e Gasherbrum II e o Nanga Parbat.

Simone Moro, de 41 anos, é um dos montanhistas italianos mais importantes e já realizou 40 expedições nos últimos 16 anos. Vêm buscando muito mais as rotas de dificuldade que acumular montanhas clássicas em seu currículo. Foi o primeiro não polonês a conseguir escalar uma montanha no inverno (Shisha Pangma, 2005) e agora conseguiu o ascenso do Makalu, o último do Himalaia a se superado no inverno. Seu novo apelido já está sendo conhecido: "Mr. Winter" (Senhor Inverno).

Denis Urubko é uma montanhista da elite do Cazaquistão, e com o Makalu, conseguiu acumular 13 das 14 montanhas com mais de 8 mil metros. Em nenhuma delas utilizou oxigênio artificial. Denis é conhecido por escalar muito montanhas por rotas não clássicas e por sempre estar disposto a ajudar aos montanhistas que passam por problemas na montanha.

:: Os alpinistas Denis Urubko e Simone Moro completam o Makalu Invernal

Publicidade:


Publicidade

Publicidade