Curiosidades da Temporada 2009 no Everest – Parte I - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Final de feira, digo, temporada!

Curiosidades da Temporada 2009 no Everest – Parte I

Você sabia que em 2009, pela primeira vez na história um astronauta chegou ao topo do Everest? Leia aqui a primeira parte de algumas das principais curiosidades da temporada de 2009 de montanhismo do Himalaia.

Fonte:

Por Rodrigo Granzotto Peron

I – NOVAS ROTAS NO EVEREST E NO CHO OYU

O top climber sul-coreano Park Young-Seok abriu uma nova rota na imensamente difícil Face Sudoeste do Everest. Esta é apenas a terceira rota nesse paredão, juntando-se às rotas Britânica (1975) e Soviética (1982). Park ficou obcecado pela face sudoeste desde a primeira vez que a viu. Tentou em 1991, 1993 e 2007, sem cumes. Nessas três tentativas, somente tristeza, pois viu perderem a vida três grandes amigos seus. Em 2009, entrevistado, Park falou que ia “conquistar essa face custe o que custar”. Agora finalmente veio a redenção, com essa incrível Rota Coreana.

O também top climber Denis Urubko completou no Cho Oyu sua busca por todos os 14 cumes 8000, e coroou sua saga em grande estilo, abrindo uma rota diretíssima na perigosa Face Sudeste, uma face conceituada por Reinhold Messner como um “inferno de avalanches”. Na companhia do também kazaque Boris Dedeshko, desenharam essa nova via sem oxigênio e em estilo alpino, uma grande conquista.

II – O PRIMEIRO ASTRONAUTA NO TOPO DO MUNDO

Ele já esteve no espaço, em órbita da terra, e agora subiu para o ponto mais alto que alguém pode pisar com os próprios pés. Esta semana culminou o Everest Scott Edward Parazynski, o primeiro astronauta a pisar no ponto mais elevado do globo.

III – SITUAÇÃO DOS LATINOS

Três mexicanos fizeram cume no Everest essa semana: Gerardo Lopez, Laura González e Yuri Contreras Cedi (este, em seu terceiro cume). Ainda são esperadas maiores notícias de Rodrigo Fica Pérez (CHIL), que está tentando o Manaslu. Já o argentino naturalizado americano Willie Benegas trocou de empresa e agora guia para a Jagged Globe, tendo conquistado pela 9ª vez. Infelizmente o brasileiro Carlos Morey não conseguiu realizar seu objetivo este ano, o Cume do Everest, contudo, outras oportunidades visão, e certamente ele completará os 7 cumes.

IV – SITUAÇÃO POLÍTICA NO TIBETE


A chapa ainda anda quente no Tibete, com a polícia tentando controlar as rebeliões em comemoração aos 50 anos de exílio do Dalai Lama. Por isso as montanhas chinesas ou têm estado fechadas ou têm sido abertas a conta-gotas, com muito poucas expedições conseguindo permit. Não obstante, há algumas expedições no flanco norte do Everest, e vários cumes já foram registrados este ano, principalmente com a verdadeira “horda” chinesa, com 19 alpinistas amadores da China obtendo sucesso.

V – ED VIESTURS CULMINA DE NOVO

O famosíssimo alpinista norte-americano Ed Viesturs fez cume no Everest pela 7ª vez. Ed foi o 12º alpinista a concluir todos os 14 8000 e é uma das pessoas mais respeitadas do meio alpinístico. Depois de alguns anos afastado, resolveu retornar para dar uma força para a nova empresa de montanhismo que está surgindo no mercado: First Ascent.

VI – NOVOS INTEGRANTES DO CLUBE

O clube dos alpinistas que culminaram todos os 14 picos 8000 tem ganhado novos integrantes nos últimos anos. Ingressaram no clube, como sócios, Denis Urubko (KAZ), com seu cume no Cho Oyu, e Ralf Dujmovits (ALE), que fez cume no Lhotse.

Texto: Rodrigo Granzotto Peron
Fotos: Divulgação dos alpinistas citados

Publicidade:


Publicidade

Publicidade