Niclevicz e Irivan Burda já estão no campo base do Lenin - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Expedição Leopardo das Neves

Niclevicz e Irivan Burda já estão no campo base do Lenin

Debaixo de uma grande tempestade, os brasileiros Waldemar Niclevicz e Irivan Burda chegaram ontem ao acampamento base do Pico Lenin.

Fonte:

Segundo o Niclevicz, "Já na saída de Bishkek tava chovendo, depois de 1 hora de percurso, chegamos em Osh, a segunda maior cidade do Quirguistão, onde também estava chovendo. Depois de uma rápida passada no bazar para comprar damascos, sucos e frutas secas, pegamos a estrada, lógico, estava chovendo."
 ,
Waldemar relatou em seu site na internet que a aventura já teve início na esburacada estrada que leva ao início da caminhada. Foram 8 horas para percorrer apenas 280 quilômetros!!!

O alpinista relatou que "já no final do dia, estavam cruzando a barreira dos 3 mil metros, e da chuva virou neve. Nevou muito, quase que nosso motorista não acha o lugar do acampamento base, não dava para ver nada além dos cinquenta metros, vento insuportável, parecia que o mundo ia acabar. E hoje de manhã, o dia estava simplesmente espetacular! Céu azul tudo coberto por uns 20cm de neve.

Sem perder tempo, os brasileiros seguiram na direção do acampamento 1 (4200m), já chegando bem perto, próximo aos 4000 metros, onde a neve, que subia até o joelho, impossibilitou uma progressão maior, mas já deixando os alpinistas impressionados pela imponência e beleza do Pico Lenin, que será o primeiro grande desafio da Expedição Leopardo das Neves.

Ambos foram os primeiros, e até então únicos, a chegarem ao acampamento base daquela montanha, uma vez que a temporada ainda mal começou. "Queremos escalar o Pamir e Tien Shan", afirmou o montanhista.

O principal foco da expedição dos alpinistas é conquistar o título chamado “Leopardo das Neves”, que significa completar a escalada das maiores montanhas da Ásia Central, localizadas entre o Kazaquistão, o Quirguistão e o Tadjiquistão. Quem concede este “prêmio” é a Federação Russa de Alpinismo. Niclevicz e Burda devem concluir a aventura em cerca de dois meses.

No retorno, Waldemar Niclevicz deve iniciar os preparativos para voltar ao Aconcágua (em fevereiro de 2010) e ao Everest (em abril e maio de 2010), desafios que completarão o livro fotográfico da carreira que o alpinista prepara em Curitiba.

Publicidade:


Publicidade

Publicidade