Niclevicz relata chegada dos coreanos e dos ingleses ao cume do Makalu! - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Makalu

Niclevicz relata chegada dos coreanos e dos ingleses ao cume do Makalu!

O alpinista brasileiro Waldemar Niclevicz relatou os primeiros cumes do Makalu este ano. Confira o relato na íntegra.

Fonte:

Boas notícias por aqui! Um inglês, acompanhado de um sherpa (carregador de altitude nepalês) chegou no alto do Makalu no dia 4 de maio. No dia 5 de maio foi o dia de 3 coreanos e 3 sherpas alcançarem os 8.463m de altitude da 5ª maior montanha do mundo!

As expedições coreanas e inglesas foram as primeiras a chegar este ano ao Makalu, estão aqui deste início de abril. Os coreanos agora querem seguir rumo ao Lhotse (8.501m), os ingleses fazem parte de uma expedição militar e ainda ficam na montanha, pois o maior objetivo é dar apoio a outra parte da equipe que está escalando a Crista Sudeste (uma das rotas mais difíceis) e que depois pretende descer pela Face Norte e Crista Noroeste (a rota que estamos enfrentando).

Os recentes êxitos, embora tenham deixado todos animados, foram conseguidos com muito esforço, as condições não eram totalmente favoráveis, o vento forte, o frio e a neve foram grandes obstáculos. Outros coreanos e ingleses deram meia volta na metade do caminho. Eu e o Irivan queríamos chegar no Makalu La (7.400m) e não conseguimos.

No dia 2 de maio fomos até o nosso acampamento 1 (6.600m), no final da tarde desabou uma grande tempestade, nevou cerca de 20cm, algo inesperado, fora da nossa previsão meteorológica. No dia 3 ficamos presos dentro das barracas, nevou mais uns 20cm, começamos a ficar preocupados com as avalanches, pois nossa idéia era seguir até o Makalu La, colo que fica a 7.400m, lugar do acampamento 2. No dia 3 de maio tentamos seguir até lá, mas desanimamos com a quantidade de neve, resolvemos mudar nosso acampamento 1 dos 6.600m para os 6.780m, aonde a maioria acabou montando o acampamento “2”. No dia 5, mesmo percebendo uma melhora no tempo, resolvemos voltar ao acampamento-base.

Outra excelente notícia nos veio via telefone por satélite: logo no dia 1º de maio, às 12h00, Ivan Vallejo, amigo equatoriano que conheci em 2000 no K2, conseguiu chegar no alto do Dhaulagiri (8.167m), a 7ª maior montanha do mundo, tornando-se assim o primeiro sul-americano a completar os 14 Oito Mil (as 14 montanhas do mundo com mais de 8 mil metros de altitude), para mim, o maior desafio do alpinismo mundial. Eu, que já escalei 6 dos Oito Mil, sei muito bem o quanto é difícil completar todos os 14!!!

Ivan é o 14º homem a completar os 14 Oito Mil! Estávamos acompanhando a escalada do Ivan com ansiedade, pois o colombiano Fernando Gonzalez estava lá com ele, e agora deve se juntar a nós em breve para escalar o Makalu (está em Lukla aguardando oportunidade de vôo de helicóptero). Quem também chegou no alto do Dhaulagiri com o Ivan foi a Gerlinde, esposa do Ralf Dujmovits, alemão que faz parte de nossa equipe aqui no Makalu, e que já escalou 12 Oito Mil (após o Makalu Ralf e Gerlinde vão ainda enfrentar o Lhotse!!!).

É isso ai, muita emoção! Estamos com o coração na garganta! Amanhã ou depois devemos subir para as altitudes superiores! Objetivo??? Tomará Deus o cume do Makalu, vai depender de nossas forças e de uma trégua da Mãe Natureza. A previsão é de ventos fortes até o dia 10. Com a diminuição dos ventos, a umidade aumenta e devem acontecer nevascas a partir do dia 12.

Espero ter boas notícias para todos em breve!

Um forte abraço,

Waldemar Niclevicz

Leia mais:

Niclevicz relata como viu a queda do Helicóptero no Makalu

Publicidade:


Publicidade

Publicidade