Mostra de Filmes de Montanha vai além do cinema - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Banff 2009

Mostra de Filmes de Montanha vai além do cinema

Nona edição do festival, conta com exposição fotográfica e lançamento de livro e curta-metragem

Fonte:

Nem só de cinema vive a 9ª Mostra Internacional de Filmes de Montanha que acontece entre os dias 23 a 25 de outubro no Cine Odeon Petrobras, no Rio de Janeiro. Duas atividades paralelas vão movimentar ainda mais o evento. A exposição fotográfica “Atacama – Deserto e Vulcões”, de Fabio Elias, mostra, como o próprio nome diz as belezas e os desafios do deserto localizado no norte do Chile. O Atacama, que tem cerca de 200 km, é considerado o deserto mais alto e mais árido do mundo.

Fabio Elias é formado pela School of Visual Arts of New York, pelo Center of Photography of New York, e também pelo Curso de Fotojornalismo da Bloch Editores. Fabio Elias é fotógrafo e professor de fotografia há mais de 25 anos, tendo se especializado em fotografia documental, geografia humana, natureza e fotografia de viagens.

Trabalhou como fotojornalista free-lancer para várias revistas entre elas: Geográfica Universal, Manchete, Expedição Ecoturismo, 4 Elementos, Travel In, Veja, Horizonte Geográfico, Terra, Guia PanRotas, Marie Claire, Viaje Mais, Fotografe Melhor e Photo Magazine, entre outras. Já esteve fotografando, além do Brasil, em mais de 107 países e na Antártica.

O novo modelo de confecção de filmes de aventura também foi lembrado pela organização. Vai ser lançado na 9ª Mostra Internacional de Filmes de Montanha o Guia do Vídeo Digital de Richard Olsenius. Com a entrada das câmeras digitais no mercado, ficou mais fácil e mais barato produzir e editar um filme.

“O guia foi feito por um profissional e entusiasta do cinema digital. É um guia feito por uma pessoa que trabalha há anos com fotografia e vídeo pela National Geographic. Mas ao mesmo tempo que é bastante profissional, é acessível para os leigos. É uma forma de incentivar as pessoas que vieram participar da Mostra, façam seus próprios filmes e, quem sabe, venham disputar a Mostra Competitiva ano que vem”, sonha Alexandre Diniz, organizador da Mostra Internacional de Filmes de Montanha.

O autor do guia é Richard Olsenius. Ele é fotógrafo, cineasta e ex-editor de fotografia da revista National Geographic. Já ganhou mais de 100 prêmios, incluindo o World Press Photo Award, por sua série sobre os refugiados do Camboja, e Fotos do Ano pelo seu CD multimídia Arctic Odyssey. É também um autor de livros que vão desde National Geographic Photography Field Guide: Preto e Branco a Dog Stories.

A 9ª Mostra Internacional de Filmes de Montanha acontece de 23 a 25 de outubro, no Cine Odeon Petrobras, no Rio de Janeiro. A Mostra Internacional é composta pela Mostra Competitiva Nacional e pelo World Tour do Banff Mountain Film Festival.

O Banff Mountain Film Festival é um dos mais importantes festivais internacionais de cinema de aventura. Começou em 1976 com apenas uma noite de projeções e hoje percorre mais de 80 cidades em 28 países com o melhor do que é apresentado no festival do Banff Centre, no Canadá. O Banff Centre é a única escola de nível superior da América do Norte dedicada às artes, à cultura das montanhas e ao desenvolvimento de liderança. Atualmente, o centro é uma referência internacional para uma variedade de estudos e projetos artísticos.

Já a Mostra Competitiva 2009 terá quatro sessões de filmes nacionais, num total de 13 filmes. , As produções selecionadas para a Mostra concorrem ao Troféu Corcovado nas categorias Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Trilha Sonora e Melhor Fotografia. Os vencedores serão escolhidos pelos júri oficial e/ou júri popular.

Também paralelo à mostra, será lançado o curta “Caminho Teixeira”, um filme sobre a conquista do Dedo de Deus, marco do montanhismo brasileiro. A “Caminho Teixeira” foi a via pela qual os pioneiros, José Teixeira Guimarães, Raul Carneiro, Acácio de Oliveira, Alexandre de Oliveira e Américo de Oliveira, chegaram ao cume do monolito em 8 de abril de 1912.

“A conquista do Dedo de Deus foi um marco no montanhismo brasileiro. As pessoas pouco sabem sobre essa conquista e sobre a importância dela. Eu queria mostrar exatamente como foi feito a quase 100 anos atrás. Roupas da época, corda de sisal, escalando descalço ou de bota, na raça... Reuni uma equipe de profissionais muito boa e acho que consegui fazer aquilo que eu pensava. Espero que as pessoas gostem”, disse Alexandre Diniz, diretor do filme que conta ainda com a direção de fotografia de Seblen Mantovani e produção de Gustavo Sampaio.

Serviços:

Data: 23 a 25 de outubro
Sessões: 19h e 21h
Local: Cine Odeon Petrobras - Praça Cinelândia – Centro – Rio de Janeiro
Ingresso: R$ 16,00 (inteira) / R$ 8,00(meia)
Passaporte: R$ 60,00

Atrações:


Mostra Banff
Mostra Competitiva
Lançamento do curta "Caminho Teixeira" na estreia do festival.
Lançamento do “Guia do Vídeo Digital” de Richard Olseniuse.
Exposição fotográfica: Expedição Fotográfica Atacama – Deserto e Vulcões, de
Fabio Elias.

Mais informações:

www.filmesdemontanha.com.br

Publicidade:


Publicidade

Publicidade