Maximo e Isabel retornam da Face Sul do Cerro Plata - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Impossibilitados pelo vento

Maximo e Isabel retornam da Face Sul do Cerro Plata

Maximo Kaush e Isabel Suppé retornam da parede Sul do Cerro Plata, em Mendoza na Argentina. A dupla foi castigada pelos ventos, tiveram a barraca quebrada e chegaram a ser carregados pelas rajadas do vento Zonda!

Fonte:

O Cerro Plata, com quase 6 mil metros de altitude, vem se tornando ano após ano uma das montanha mais populares para os brasileiros. O motivo é simples: Acesso fácil, belas paisagens, pouca dificuldade técnica e uma boa alternativa para se aclimatar e se preparar para subir o Aconcagua.

Este é o Cerro Plata por sua rota normal, com aproximação desde a estação de esqui de Vallecitos. Já a face Sul da montanha é outra realidade...

O acesso para esta parede se dá por outro vale, muito mais remoto e com aproximação muito mais longa. Lá não há trilhas e não há ninguém também. Outro aspecto muito diferente por este lado da montanha são as dificuldades técnicas, pois por ali, o escalador vai enfrentar até 80 graus de inclinação em gelo e misto com rocha em mais de 1300 metros de parede!

Por conta destas dificuldades, só há, até agora, uma rota nesta imensa parede. Explorar estas possibilidades e abrir uma nova via na montanha era a pretensão de Maximo e Isabel.

Em Mendoza, já há alguns anos, ninguém escala rotas técnicas no verão, que é a alta temporada de montanhismo. Isso porque o derretimento das geleiras e atenuação do permafrost tem provocado o desprendimento de rochas e as avalanches tem sido muito constantes. Por conta disso, Maximo e e Isabel decidiram ir em plena primavera para a montanha, pois nesta época há mais gelo e a possibilidade de acidente é menor.

Vento, muito vento!


O que eles não contavam era que nesta época ocorre um fenômeno climático excepcional que provoca ventos fortíssimos que ultrapassam os 100 km/h, estes são os chamados ventos Zonda, que são muito similares aos famosos ventos Föhn que existem nos Alpes.

De acordo com Maximo e Isabel, os ventos estragaram seus planos e também seus equipamentos. O capacete de Isabel foi carregado pelos ventos, que também destruiu uma barraca desenhada para este tipo de adversidade climática, a "West Wind" da TNF. Os ventos foram tão fortes, que moveram pedras, carregaram a Isabel e ergueram Maximo, que pesa 90 Kg!

Não se deixando abater

O Cerro Plata foi a primeira alta montanha escalada por Maximo em sua carreira de montanhista. Ele não imaginava como a mesma montanha, que ele subiu com facilidade há quase 10 anos atrás, quando ainda não tinha equipamentos e nem conhecimento, pudesse ser tão diferente em outras épocas do ano e por outros lugares.

Por conta disso, ele escreveu o relato desta aventura em seu site pessoal com o título: Aprendendo a não subestimar a montanha.

Novos planos

Mesmo tendo perdido equipamentos e não ter conseguido subir a Sul do Plata, Maximo continuará escalando alta montanha técnica nos Andes de Mendoza. Ele acabou de partir para o Cerro Tolosa. Após esta montanha, ele estará indo para o Norte para fazer outras de seis mil metros.


Leia os relatos recentes de Maximo Kausch no site GenteDeMontanha:

Aprendendo a não subestimar a montanha
Vento que carrega gente
Cordón del Plata no inverno
Conheça Maximo Kausch

Publicidade:


Publicidade

Publicidade