Estados Unidos: Montanhistas desaparecem no Mount Hood - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Acidente

Estados Unidos: Montanhistas desaparecem no Mount Hood

As equipes de resgate já recuperaram o corpo de um dos montanhistas, de um total de três que desapareceram na sexta-feira enquanto tentavam escalar a face mais perigosa do Mount Hood, no Oregon, Estados Unidos.

Fonte: AE Agência Estado

Os três alpinistas iniciaram a escalada pelo lado oeste da montanha, de 3.429 metros, à uma hora da manhã do horário local na sexta-feira. Eles deveriam ter retornado ao campo-base algumas horas depois, o que não ocorreu.

Depois de quase um dia de buscas, equipes encontraram o corpo de Luke T. Gullberg, 26 anos, a cerca de 2.700 metros, afirmou Jim Strovink, porta-voz da delegacia do condado de Clackamas. Não foram divulgados detalhes sobre como o alpinista teria morrido.

Os outros dois desaparecidos são Anthony Vietti, 24 anos, e Katti Nolan, 29. Os três eram alpinistas bem experientes e estavam bem equipados.

Mount Hood


O Mount Hood é a montanha mais alta do estado americano do Oregon, com 3.429 metros sobre o nível do mar, e uma das mais populares entre os montanhistas dos Estados Unidos.

Em 25 anos, contudo, foi palco de dezenas de acidentes e fatalidades. O pior deles ocorreu em maio de 1986, quando nove pessoas - sete estudantes da Escola Episcopal do Oregon e dois adultos - morreram após escavarem uma caverna em meio a neve durante uma tempestade repentina.

Há aproximadamente três anos, outro trio de experientes alpinistas morreu na montanha durante uma nevasca. Acredita-se que pelo menos 130 montanhistas já perderam a vida no Mount Hood desde que se iniciaram os registros dos acidentes.

Fonte: (AE) Agência Estado

Publicidade:


Publicidade

Publicidade