Fitz Roy: Morre escalador japonês na Supercanaleta - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Acidente

Fitz Roy: Morre escalador japonês na Supercanaleta

O escalador japonês de nome Hiroomi Sakuma possuía 28 anos e morreu após sofrer uma queda de aproximadamente 800 metros, quando escalava o cerro Fitz Roy, na região do Parque Nacional Los Glaciares.

Fonte:

O corpo do escalador foi encontrado em um glaciar, próximo à parede, no último sábado, dia 9 de dezembro, por dois escaladores, que alertaram as autoridade.

Devido ao estado do corpo, foi presumido ele deve ter sofrido a queda de uma altura de aproximadamente 800 a 1000 metros. Esta é a primeira morte na temporada de escalada patagônica.

Devido a dificuldade de acesso ao local onde se encontra o corpo do montanhista, as autoridade estão aguardando um período que possibilite condições climáticas excelentes para o resgate do corpo, que ainda encontra-se no glaciar. A embaixada japonesa já autorizou a contratação de um helicóptero para auxiliar no resgate.

O montanhista, identificado como Hiroomi Sakuma, de 28 anos de idade, vivia na cidade de Fukuyiama, no Japão. Ele chegou à El Chalten a aproximadamente 10 dias.

As informações dão conta de que o escalador já havia estado na região no começo de 2009, conseguindo culminar a Agulha Sain Exupey.

Na oportunidade, ele havia comentado em tentar escalar o Fitz Roy em solitário pela Supercanaleta, uma das vias mais clássicas da montanha, que envolve escalada mista, em gelo e rocha. Não é considerada como a mais difícil do Fitz Roy, e por isso, é também uma das mais utilizadas pelos escaladores.

Publicidade:


Publicidade

Publicidade