Empresa inaugura turismo gay no Nepal - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Aventura gay

Empresa inaugura turismo gay no Nepal

Agência de turismo foi fundada pelo único parlamentar homosexual do país.

Fonte: Reuters

Casais LGBTs que quiserem fazer uma viagem à um país exótico, totalmente fora do roteiro tradicional do turismo gay, poderão agora visitar o Nepal através da agência Pink Mountain (montanha cor de rosa).

A empresa, fundada por três nepaleses homossexuais,dentre ele um parlamentar, Sunil Babu Pant, que diz oferecer casamentos e passeios diferenciados, como trekking nas montanhas e passeio de elefante e até casamentos nestes locais.

O Nepal estava em guerra civil até poucos anos atrás, quando o rei foi deposto e o partido maoísta tomou o poder. Deste então o país vem sofrendo um boom no turismo, que já representa, 4% do PIB nacional, de acordo com Pant, muito pouco em se tratando do potencial do Ecoturismo. O parlamentar diz que até o ano que vem, espera duplicar a participação deste nicho no total da economia do país.

O sucesso do turismo no Nepal faz Pant acreditar no negócio. De acordo com ele, no país não há discriminação contra os homossexuais.

O Nepal é um país pluriétinico e pluricultural. Lá existem hindus, budistas, muçulmanos e até cristãos. A cultura é totalmente diferente da cultura Ocidental, o que é, de acordo com Pant um atrativo à mais. Entretanto, não são todos que não tem discriminação contra gays. Só há dois anos, a Suprema Corte ordenou ao governo que elaborasse uma legislação garantindo aos gays e às lésbicas direitos igual aos dos demais cidadãos.

Se dará certo ao não o negócio, ninguém sabe. Tudo depende do turismo de aventura cair no gosto do cliente que historicamente demonstra gostar mais de luxo e da badalação de Paris, do que a aventura no pobre, mas misterioso Nepal.

Fonte: Reuters

Publicidade:


Publicidade

Publicidade