Whisky com mais de 100 anos encontrado no Pólo Sul - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
whisky envelhecido

Whisky com mais de 100 anos encontrado no Pólo Sul

Depois de 102 anos enterrados no gelo, uma equipe de restauradores encontraram 3 caixas de whisky e 2 de cognac enterradas no gelo abaixo de um refúgio que foi usado em 1908.

Fonte:

Parte do whisky foi encontrado primeiramente em 2006, mas foi deixado no local por falta de estrutura e equipamentos para extrair as delicadas garrafas do gelo. Foi somente no dia 5 de fevereiro de 2010, pouco mais de 100 anos depois do whiskey ser perdido, que mãos humanas voltaram a tocar as garrafas.

Uma equipe do New Zealand Antarctic Heritage Trust que restaurava o refúgio construído e usado pela equipe do explorador polar Ernest Shackleton em 1909 encontrou o whisky. Tendo conhecimento da existência de algumas garrafas, a equipe teve a grande surpresa em achar, não 2 caixas como esperado, mas 5 caixas de bebidas sob o gelo do refúgio! 3 delas eram de whisky e 2 de , cognac. As duas caixas do inesperado cognac estava entiquetadas como Chas Mackinlay &, Co e a outra The Hunter Valley Distillery Limited Allandale.

Os donos da destilaria Whyte and Mackay, que cedeu as garrafas de Mackinlay para a expedição de Shackleton pretende examinar amostras do líquido para tentar replicá-lo no futuro.

Algumas das caixas quebraram e gelo se formou do lado de dentro, o que trará um trabalho delicado aos restauradores para extrair o preciso líquido.

A expedição de Shackleton estava com seus suprimendos acabando, quando em 1909 teve que desistir a 160 km do Polo sul. Após o gelo do inverno começar a se formar no Cabo Royds, a expedição teve que sair às pressas, deixando equipamentos, suprimentos e whisky para trás. Ninguém perdeu a vida na aventura.

O polo foi alcançado pela primeira vez em 1911 pelo norueguês Roald Amundsen.

Publicidade:


Publicidade

Publicidade