Filme de Messner desperta revolta em membros da expedição de 1970 - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Montanhismo

Filme de Messner desperta revolta em membros da expedição de 1970

O novo longa metragem “Nanga Parbat“ - que retrata a primeira ascensão da face mais difícil do monte Nanga Parbat (8126m) no Paquistão em 1970 - conta a versão do famoso alpinista tirolês Reinhold Messner do que aconteceu na montanha. Na expedição, o irmão de Reinhold, Günther Messner, morreu durante a descida numa avalanche. Existem no entanto muitas controvérsias a respeito desta versão

Fonte: Spiegel.de - The Guardian

Após ser lançado na segunda quinzena de janeiro deste ano, o filme de Joseph Vilsmaier foi extremamente criticado pelos que participaram da expedição de 1970. Segundo o que os alpinistas contaram ao jornal inglês The Guardian, o novo filme conta só um lado da história e prometem ação jurídica contra os produtores do filme. Messner respondeu ao jornal dizendo que "são mentiras para vender livros"

A versão de Messner jamais foi aceita por vários membros da comunidade de escaladores e participantes da expedição. A aparição do filme reabriu todas as discussões sobre o que realmente aconteceu. Segundo os críticos, Reinhold teria abandonado o seu irmão "meio morto" durante a descida. Os irmãos desceram pelo vale Diamir, que até a época era totalmente desconhecido. Messner afirma que Günther desapareceu enquanto descia logo atrás dele. Na expedição Reinhold Messner perdeu 6 dedos dos pés.

Segundo o que Gerhard Baur, membro da expedição de 1970, disse à revista alemã Spiegel, "é uma história construída e não a verdade sobre o que aconteceu no Nanga Parbat... é apresentada como um documentário, quando, na verdade , não reflete os verdadeiros fatos..."

O alpinista ainda disse se sentir ferido ao ver que o filme retratou que o resto da expedição foi acusado de falhar na hora de prestar ajuda à Günther.

Messner, atualmente com 65 anos, respondeu às críticas colocadas na revista dizendo que "Eu, pessoalmente, não precisei fazer o filme. Nós não estamos tentando fazer uma história sobre heroísmo, ao invés disso, eu queria perguntar questões críticas sobre mim, sobre o que aconteceu no Nanga Parbat"

Em 2005, os restos mortais de Günther Messner foram encontrados na base da montanha, o que muitos afirmam ser a prova de que a versão de Reinhold Messner está correta.

Fonte: Spiegel.de, The Guardian

Veja o trailer do filme:

Publicidade:


Publicidade

Publicidade