Montanhista argentino continua desaparecido no Mercedário - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
5 dias

Montanhista argentino continua desaparecido no Mercedário

Depois de 4 dias de buscas, andinistas voluntários e equipes de resgate ainda não encontraram o engenheiro civil Javier Paduszck, de 39 anos de idade que desapareceu no Mercedário desde a última terça feira. A montanha tem 6770m e se localiza na província de San Juan, na Argentina.

Fonte: Diario de Cuyo

Segundo a parceira de Javier, Paula Morán, os dois falaram por rádio quando desciam do cume após escalar a rota normal do Mercedário. Paula esperou por Javier o resto da noite de terça-feira e a madrugada da quarta. Às 7 da manhã da quarta-feira, a andinista desceu a montanha até um posto de controle de uma empresa mineradora, onde comunicou o desaparecimento de Javier.

Um resgate foi organizado na quarta feira. 14 membros do Clube Andino Mercedario e 5 policiais da localidade de Barreal começaram a subida da montanha em busca do andinista. Um helicóptero da aeronáutica está sendo usado nas buscas.

As nevascas do último domingo dia 28 porém, impediram as buscas e a equipe teve que descer e esperar o tempo melhorar. Segundo a parceira, Javier tinha experiência, levava GPS, rádio e equipamentos adequados para aquela escalada.

No último contato que os dois tiveram no dia 24, Javier disse estar muito cansado e descreveu um lugar bastante inclinado acima dele. As equipes de resgate acreditam se tratar de uma canaleta fora da rota normal. O lugar fica próximo ao acampamento "El Diente" com cerca de 6000 metros de altitude.

Segundo o guia local Luis Tanoni, "Paduszeck está morto. O que eu acho que foi um erro, foi o que a garota fez ao deixá-lo para trás para pedir ajuda. Ela nunca deveria ter deixado ele sozinho"

Ainda não há notícias do andinista.

fonte: Diario de Cuyo

Publicidade:


Publicidade

Publicidade