Parque Nacional de Itatiaia bate record de visitação em 2009 - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Mais de 100 mil pessoas!

Parque Nacional de Itatiaia bate record de visitação em 2009

O Parque Nacional (Parna) do Itatiaia, no Rio de Janeiro, acaba de contabilizar o número de visitantes em 2009. E o resultado não poderia ser melhor: exatos 100.454 pessoas estiveram na unidade.

Fonte: Acessoria de Imprensa do ICMbio

Com isso, o parque quebra mais um recorde: em 2007, foram 72.702 visitantes e em 2008, 85.017. A conquista deve-se, segundo a chefia da unidade, às melhorias na infraestrutura e aos eventos de comemoração dos 70 anos do parna.
 ,
Ainda segundo a chefia, para 2009, estão previstas novas melhorias. No momento, a Coordenação de Uso Público e Negócios, do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversiade (ICMBio), que administra Itatiaia, finaliza os editais para concessão dos serviços de transporte único na parte baixa do parque, lanchonete, cafeteria e loja de conveniências no centro de visitantes, cobrança de ingressos e estruturação do abrigo Rebouças no Planalto de Itatiaia.

TRILHAS

Além disso, a direção do parque elabora, em parceria com a Indústrias Nucleares do Brasil (INB), o projeto de recuperação das trilhas do Planalto das Agulhas Negras, que cortam o parque.

O projeto prevê a recuperação das trilhas que conduzem o turista ao maciço das Prateleiras, ao Pico das Agulhas Negras e à Pedra do Altar. Serão implantados equipamentos para dar mais segurança e conforto ao visitante como passarelas, pontes, caminhos e mirantes em estruturas de design adequado ao ambiente da paisagem natural e com o menor impacto possível.

O projeto está sendo acompanhado pela Câmara Técnica de Montanhismo e Ecoturismo do Conselho Consultivo do Parna do Itatiaia que, no próximo mês, receberá o projeto finalizado pelos parceiros executores.

HOSPEDAGEM
 ,
Apesar do projeto de revitalização de trilhas, na parte alta do parna, onde fica o Pico das Agulhas Negras, o visitante sofre com a falta de opção de hospedagem, principalmente de um camping, já que o Abrigo Rebouças suporta um número pequeno de pessoas e a outra opção existente do Hotel Alsene foi fechado por problemas ambientais.
 ,
Fonte: Acessoria de Imprensa do ICMbio

Publicidade:


Publicidade

Publicidade