China nega visto e Pasaban é obrigada a mudar de planos no Himalaia - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
14 cumes

China nega visto e Pasaban é obrigada a mudar de planos no Himalaia

A montanhista espanhola Edurne Pasaban pretende escalar todas as montanhas com mais de 8 mil metros de altitude. Para isso, resta-lhe apenas o Shishapangma no Tibet (China) e o Annapurna no Nepal.

Fonte:

Para que Edurne Pasaban se torne a primeira mulher a escalar todos os 14 cumes com mais de 8 mil metros resta apenas o Shishapanga, considerado o oito mil mais fácil, localizado no Tibet e o Annapurna, considerado o mais perigoso , localizado no Nepal.

Os planos de Pasaban se encaixava perfeitamente em seu duplo desafio. Como o Shisha é mais fácil, seria um lugar ideal para escalar sem pressa e realizar uma boa aclimatação, para em seguida partir para o Annapurna e realizar uma expedição relâmpago, que é o recomendável, já que a montanha tem muitas avalanches e quanto mais tempo nela, maior sua chance de sofrer um acidente, pois sim ou sim você é obrigado a passar por corredores de avalanches nesta montanha.

Os planos perfeitos de Pasaban começaram a mudar ontem, quando a China, país que controla o Tibet, resolveu não emitir vistos para o país antes de Abril, forçando a montanhista espanhola a mudar de planos e se arriscar mais para cumprir seu objetivo.

Outras mulheres próximas de completar os 14

Além de Pasaban, a austríaca Gerlinde Kaltenbrunner também precisa escalar mais duas montanhas para completar a lista das com mais de 8 mil metros, o Everest e o K2, exatamente a primeira e a segunda mais alta do mundo. , A austríaca, no entanto, parece não se preocupar com uma possível competição entre as mulheres e não planeja subir o Everest por sua “fácil” rota normal, ao contrário da coreana Oh Eun Sun, que investe muito para ser a primeira mulher do mundo a fazer os 14.

Sun realizou diversas escaladas relâmpago nos últimos anos e rapidamente superou Pasaban e Kalterbrunner em número de cumes. A coreana, no entanto, utiliza-se de meios um tanto quanto pragmáticos para isso. Ela não faz aproximações longas à pé, utiliza diversos serviços de Sherpas em altitude, o que ajuda muito. Sun tem pela frente apenas o Annapurna.

Publicidade:


Publicidade

Publicidade