Cleo Weidlich a caminho do Lhotse e Everest - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Brasileira no topo do mundo

Cleo Weidlich a caminho do Lhotse e Everest

A amazonense Cleo Weidlich, que no ano passado esteve em três oito mil e fez cume em dois, está indo novamente ao Himalaia, desta vez para fazer um “double header”.

Fonte:

Cleo Weidlich surpreendeu o Brasil no ano passado, quando realizou o primeiro cume brasileiro no Broad Peak no Paquistão (8047 metros) e se tornou a primeira brasileira a fazer cume no Cho Oyo (8201 metros) sem oxigênio. Além disso, ela ainda chegou ao Shishapangma Central, falso cume desta montanha a 8012 metros.

A surpresa, no entanto, não foi ela ter realizado estas façanhas, mas sim o fato de que Cleo era uma total desconhecida no Brasil até então.

Nascida em Manaus e criada nos Estados Unidos, Cleo segue uma rotina de treinamentos e escaladas para lograr seu objetivo, que é chegar no cume do Everest e do Lhotse nesta pré monção no Nepal.

No final de 2009 ela treinou em Chamonix com o guia Paul Farmer (da Chamex/Himex, empesa australiana do renomado Russel Brice). Em março, Cleo fez cume solo no Aconcagua. Ela relatou ter sentido os tremores do terremoto no Chile enquanto estava em Plaza de Mulas.

Após algumas semanas no Brasil, ela partiu para o Nepal, para dar início ao seu double-header (Everest + Lhotse). Ela escalará na qualidade de guia, ao lado de Dawa Stevens Sherpa, da expedição Eco Challenge. Cleo está muito empolgada com o convite para ser trip leader, ainda mais que a proposta da expedição é não apenas fazer cume nos dois 8000, mas também limpar os acampamentos II e III do Everest, bem como o Colo Sul.

Publicidade:


Publicidade

Publicidade