Resumo das principais expedições no Himalaia - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
No teto do mundo

Resumo das principais expedições no Himalaia

Nesta temporada de pré monção em 2010, os holofotes da mídia ficaram concentrados no Annapurna por conta da corrida feminina dos 14 cumes de 8 mil metros. Entretanto, há outras histórias no Himalaia que devem ser contadas nesta temporada. Vamos ver então um pouco do que anda acontecendo em outras montanhas da famosa cordilheira asiática.

Fonte:

Makalu

No Makalu há expedições ucranianas, americana, italiana, britânica e alemãs. Os americanos tentarão escalar uma nova rota na face Sul da montanha, entre a rota tcheca e a japonesa, onde estão os britânicos estão trabalhando.

Todas estas expedições planejam coincidir suas rotas na parte final, onde provavelmente coincidirão com duas expedições alemãs.

A expedição americana foi cancelada pois o lí­der da expedição - Chris Warner - teve princípio de edema pulmonar e teve que ser evacuado da montanha. Os britânicos, que estão tentando escalar integralmente a gigantesca aresta Sudeste (tentaram antes em 2004 e 2008, sem cume), auxiliaram no resgate. Por sorte, Chris Warner conseguiu sair com vida.

Lhotse

Uma equipe russa, liderada por Alexey Bolotov, se encontra no em Lobuche para tentar a gigante montanha que fica ao lado do Everest. Fiéis ao seu estilo, os russo estão em uma equipe numerosa composta por Alexey Bolotov, Ilya Rozhkov, Edward Rozhkov, Arkady Ryzhenko, Andrew Manuilov, Nickolay Totmjanin, Vladimir Belous, Gannady Kirievsky, Vladimir Lucenko, Alexander Lutokhin, Alexander Frolov, Dmitry Pavlenko, Alexamder Ladygin e Tamara Lunger.

Manaslu


Os espanhóis Carlos Soria e Tente Lagunilla estão no campo base da montanha há bastante tempo. E as condições não são muito boas. Na verdade ocorreram muitas nevascas e uma quantidade incrível de avalanches. Os espanhóis tentaram ataque ao cume faz 10 dias e acabaram tendo que dar meia volta por conta de ventos violentos e muitas avalanches. Encontram-se no BC aguardando nova janela para fazer novo ataque ao cume nos próximos dias.

Dhaulagiri

A expedição nacional do Iran (sim, ainda existe essas coisas), fizeram cume em 26 de abril. Seis integrantes do time chegaram ao cume, incluindo o famoso Jalal Cheshmeh-Qasabani, que é o iraniano com maior quantidade de 8000 diferentes, agora com 5.

Ama Dablam

Há mais de 25 alpinistas tentando escalar o Ama Dablam. Não é muito tendo em conta que na temporada de outono passado foram mais de 250! Os que estão lá esperam encontrar um montanha não massificada e bastante limpa de cordas fixas, que os Sherpas freqüentemente tiram ao término das temporadas.

Everest

Na montanha mais alta do mundo, há algumas atividades que se destacam, como a de Simone Moro e Denis Urubko, que pretendem fazer uma travessia da face Sul do Everest para o Lhotse, um feito ainda inédito no montanhismo mundial. Nesta mesma face encontra-se o brasileiro Manoel Morgado, que já chegou ao acampamento 2 da montanha. A brasileira Cleo Weidlich também está lá e vai tentar escalar o Lhotse, fazendo o double header do Khumbu!

Já na face norte, Gerlinde Kaltenbrunner, uma das melhores montanhistas do mundo, está escalando uma rota muito pouco usual e há anos não repetida. Se ela conseguir, será seu 13 cume de oito mil, todos feitos sem oxigênio complementar!

Cho Oyu

No Cho Oyu encontra-se outra expedição brasileira, ou melhor, a expedição do montanhismo argentino proveniente do Brasil Maximo Kausch, que está na verdade liderando uma expedição internacional composta por oito pessoas de várias nacionalidades, é segunda vez dele nesta montanha.

Baruntse

Depois de uma tentativa no ano passado, Ben Clark está de volta ao Baruntse junto com Jon Miller. Eles irão escalar a aresta Sudoeste para depois tentar o primeiro descenso de esqui nesta montanha. Quem disse que esquiar é moleza? A dupla enfrentará paredes de gelo, trechos mistos e muita rocha para realizar o feito, considerado extremo.

Shishapangma


No Shisha a bola da vez está nas mãos de Edurne Pasabán, que está lá para finalizar a escalada de seu ultimo cume de 8 mil metros. Esta montanha é considerada como sendo a mais ""fácil"" de todos os oito mil, mas mesmo assim ela já deu um baile na espanhola. Nunca é bom subestimar uma montanha, se Pasabán tivesse escalado o Shisha em sua primeira chance, ela teria sido a primeira mulher a finalizar o ""Grand Slam"" do montanhismo.

Annapurna


O Annapurna se tornou o centro das atenções nesta temporada por conta da polêmica da escalada de Oh Eun Sun, mas agora que as expedições grandes se foram da montanha, há pouco movimento por lá.

O AltaMontanha está acompanhando os principais acontecimentos nesta temporada de pré monção. Em breve estaremos atualizando os dados das estatísticas Sulamericanas no Himalaia, com as novas escaladas de nossos ""hermanos"". Esperamos pode atualizar mais vezes, com mais um cume de Max no Cho Oyu e também de Morgado e sua esposa, a guatemalteca Andrea Cardona. Boa sorte a todos!

Com a ajuda de Rodrigo Granzotto Perón e http://www.landher.net

Publicidade:


Publicidade

Publicidade