Desfecho da expedição de Maximo Kausch no Karakoram - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Paquistão em ruínas!

Desfecho da expedição de Maximo Kausch no Karakoram

Após muita dificuldade, Maximo Kausch conseguiu comunicar a família e dizer que está bem, apesar do caos que se instalou no Paquistão devido as enchentes.

Fonte:

Maximo Kausch conseguiu retornar à civilização após 2 meses no Gasherbrum I e II, montanhas com mais de 8 metros na cordilheira do Karakoram no Paquistão. Ele enfrentou muita dificuldade no retorno, pois a infraestrutura do país ruiu com as enchentes.

Maximo conta que a estrada que dá acesso à Skardu, que é a cidade que dá acesso ao Karakoram, estava destruída e que ele teve que trabalhar para liberar a estrada dos desmoronamentos provocados pelas chuvas acima do normal.

São cerca de 14 milhões de pessoas que foram afetadas pelas enchentes e estão sofrendo com fome e doenças. Sem ter como ir até Islamabad, capital do país, Maximo está na esperança de conseguir carona em um avião de ajuda humanitária.

Problemas na escalada

Infelizmente Maximo não conseguiu escalar nenhuma das duas montanhas que ele pretendia escalar. Ele teve um sério problema de saúde decorrente do excesso de tempo que esteve em altitudes elevadas. Seu pâncreas parou de funcionar corretamente e ele teve rejeição de água e de comida e ficou 4 dias em altitude sem beber ou comer nada! Isso o debilitou muito.

Para piorar, na descida do GI, Maximo caiu numa greta. Sua queda foi muito grande e um bloco de gelo caiu sobre ele, quebrando seu capacete ao meio. Por muita sorte nada de grave aconteceu, a não serem escoriações.

A temporada foi uma das piores na história da escalada no Karakoram. Nunca houve tanta precipitação e isso dificultou a todos.

As conseqüências desta trágica ainda está surtindo efeito com a dificuldade dele para deixar o Paquistão. Mesmo diante de todas estas dificuldades, ele diz que está bem e que será apenas uma questão de tempo e oportunidade para deixar a região.

Próxima expedição.

Maximo está deixando o Paquistão assim que puder e está indo para o Nepal. De lá ele irá ao Tibet para guiar uma expedição ao Cho Oyu.

Será a segunda vez que ele guia esta montanha neste ano.

:: Leia na íntegra a notícia que Maximo mandou desde o Paquistão


Publicidade:


Publicidade

Publicidade