Voluntário nas buscas por montanhista se perde e é resgatado - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Caminho do Itupava

Voluntário nas buscas por montanhista se perde e é resgatado

Homem ficou perdido na trilha próximo ao Pão de Ló. Ele passou as coordenadas do GPS para ser encontrado

Fonte: Gazeta do Povo

Um homem de 40 anos que ajudava nas buscas por Denise Ciunek, desaparecida desde o dia 19 de agosto, se perdeu nas trilhas do Caminho do Itupava e precisou ser resgatado pelo Corpo de Bombeiros. O montanhista – considerado experiente, segundo os bombeiros – se perdeu em uma trilha próximo ao ponto conhecido como Pão de Ló, no domingo (29), e passou a noite no mato, com pouca alimentação e quase sem água. Ele é morador de Araucária, na região metropolitana e precisou passar por celular as coordenadas anotadas em seu aparelho de GPS para ser resgatado.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o Grupo de Operações de Socorro Tático (Gost) chegou a alertar o homem sobre o risco de prosseguir na trilha no fim da tarde, porque não haveria tempo suficiente para uma descida com luminosidade natural e segurança. Na segunda-feira (30), ele avisou os bombeiros pela manhã e foi resgatado por volta das 16 horas, quando voltou para a trilha e recebeu água e comida. O montanhista não tinha lesões e estava com um bom estado de saúde.

Os possíveis voluntários que desejem auxiliar nas buscas por Denise devem entrar em contato com o Corpo de Bombeiros para receberem orientação e coordenação.

Buscas continuam

As buscas por Denise Ciunek, de 38 anos, continuam nessa terça-feira (31). Os bombeiros seguem no Caminho do Itupava procurando pela montanhista nas trilhas secundárias. As trilhas principais do local já foram vasculhadas. Segundo o Major Edemilson de Barros, comandante do Corpo de Bombeiros no Litoral, como não há uma área delimitada de busca, a situação é bastante complexa.

Durante o fim de semana, novas evidências da passagem de Denise pelas trilhas não foram encontradas no caminho. Alguns objetos, como garrafa de água, boné e repelente, haviam sido encontrados durante a semana.

Desaparecimento

Apesar de ter saído para fazer a trilha no dia 19 de agosto, o Corpo de Bombeiros só foi acionado na última sexta-feira (27). Foi uma vizinha de Denise que desconfiou da demora da mulher em voltar para casa e avisou os bombeiros.

Essa vizinha forneceu a maioria das informações sobre a montanhista e poucas pessoas procuraram a corporação para colaborar com as buscas, contando detalhes sobre os planos de Denise na trilha.

Fonte: Gazeta do Povo

Publicidade:


Publicidade

Publicidade