Festival de Filmes de Montanha - Dia 4 - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Banff 2010

Festival de Filmes de Montanha - Dia 4

O Festival de Filmes de Montanha, que este ano “testou“ uma nova programação para a sua realização começou seu quarto dia com muita expectativa.

Fonte:

Por Luciano Fernandes

Este ano a organização decidiu fazer dos dois primeiros dias apenas exibições dos filmes que competiam na mostra, porém divulgar os resultados apenas na última sessão do último dia. O resultado disso foram muitas teorias, e muita especulação. Isso devido ao alto nível de muitos filmes, e baseado sempre na reação do público ficava muito difícil prever alguma coisa.

Com a premiação teve-se uma grata surpresa, e um marco histórico no festival. A marca histórica foi que nunca na história do evento um filme tinha arrebanhado 3 prêmios de uma vez. O autor desta façanha foi nada menos do que o "Dias de Tempestade" de Eliseu Frechou.

O filme de Eliseu, que relata a aventura de sua escalada no Monte Roraima, foi ovacionado em sua exibição, tendo sido aplaudido em seu encerramento por todo o cinema durante muitos minutos. O filme de Eliseu tornou-se assim o segundo filme "não carioca" a ganhar o prêmio de preferido do público, abocanhou ainda como melhor filme pelo júri especializado, e de melhor fotografia. Também de maneira inédita, nunca um filme tinha ganho três categorias de uma vez só no festival.

Todos os premiados foram :

Melhor direção : "7 Dias na Favela"
Melhor montagem : "Slack Brasil"
Melhor Filme Júri Especializado : "Dias de Tempestade"
Melhor Filme Júri Popular : "Dias de Tempestade"
Melhor Fotografia : "Dias de Tempestade"

O último dia, com sessões mais cedo, começando às 18 e às 20 horas começaram com um público bem grande. Este fato vem a premiar, mais uma vez, a popularidade e importância do evento que, hoje, é talvez um dos principais eventos de esportes de natureza do Brasil. Pois engloba não somente escalada, mas sim : paraglider, mountain bike, escalada, montanhismo, asa delta, canoismo, canionnismo, base jump, slack line e etc.

Tamanha popularidade é apenas, repito, devido à competência da organização do evento e à qualidade apresentada pelos filmes selecionados.

Nas sessões de ontem foram aprensentados os seguintes filmes :


"World Record Waterfall Descent"

Filme de curtíssima duração que mostra as aventuras, e preparação, de canoístas que procuravam quebrar o recorde mundial de queda livre de caiaque em cachoeira. As imagens foram impressionantes, e mesmo sendo filmado em poucos ângulos, pode-se ver que a periculosidade e dificuldade do salto não é para qualquer entusiasta do esporte. Um bom filme, mas que devido à sua duração ficou a impressão ser mais um comercial de algo do que um filme propriamente dito.

"MedeoZ"

Filme que retrata a saga de um fotógrafo profissional com vários atletas de ponta em cada esporte de montanha para se montar a fotografia ideal e impressionante.

O filme é desenvolvido de maneira dinâmica com pontadas de humor, o que torna o filme mais divertido de se assistir. No decorrer do filme mostra cada atleta executando com maestria seu esporte, até que, ao final é representado a foto desejada.

O resultado é surpreendente, e o filme mostra o porque foi premiado em Banff. Tomadas de vários ângulos e manobras impressionantes e não usuais. Filme muito gostoso de se ver, ainda mais por ter sido feito para , literalmente, tirar o fôlego do público.

"Take a Seat"

Na minha opinião, um dos melhores filmes (senão o melhor) exibidos na mostra Banff. O filme retrata a aventura de um inglês que tem como objetivo fazer uma aventura em uma bicicleta. Para ser um pouco diferente do usual, o idealizador usa uma bicicleta "dupla", e sempre procurando parcerias para peladar com ele pela internet por meio de um blog.

COmo se não bastasse tudo isso, o percurso escolhido pelo ciclista foi sair do Norte do Alaska e chegar na Tierra del Fuego na Argentina. Percorrendo todo o continente americano pelo lado oeste. O total de sua aventura durou mais de dois anos.

Todo o filme foi realizado com tomadas feitas por ele mesmo, e por meio das suas esporádicas companias. Companias estas escolhidas por meio de internet, conversas em bares, entrevistas em televisão e rádio e etc. Em um total de 270 pessoas pedalaram com ele.

O filme mostra uma sensibilidade ímpar pelo aventureiro, e mostra que, para executar uma aventura ímpar não é necessario ter muita grana, ou conforto, e sim disposição e preparação para o improvável. Um filme clássico para se ver, e reunir familiares para ver também.

"Azazel"

Mostra a conquista de uma via de escalada no Paquistão a 6000 metros de altura. O filme realizado ficou até mesmo com "mais do mesmo" por ter sido ofuscado pela grande exibição de "Dias de Tempestade" que teve mais ou menos a mesma temática.

Apresentando muito bom humor, e em tomadas de efeito impressionantes, o filme diverte com todas as frases de efeito e ironias apresentadas durante o filme.

"Project Megawoosh"

Pequeno curta metragem de um engenheiro alemão para montar o maior escorregador do mundo. O escorregador é gigantesto, e ao final da queda, acaba em uma pequena piscina de plástico. A cena final do engenheiro caindo na piscina diverte, porém pela temática do filme, não parece muito ligado a montanha.

Porém é um filme bem divertido, e pode ser facilmente ser encontrado no Facebook ou Youtube.

"Progression: World Cup"

O vídeo é um trecho do filme "Progression", filme que já foi analisado pelo Blog de Escalada.

Leia a crítica completa do filme aqui : http://blogdescalada.blogspot.com/2009/10/progression-critica-do-filme.html

O vídeo mostra a saga de escaladores que se dedicam à campeonatos de escalada na Europa, e que são verdaeiras máquinas de escalar. A mais impressionantes delas é o Patxi Usobiaga, que tem a sua realidade de treinamento retratada no filme.

"Mont-Blanc Speed Flying"

O vídeo por si só não contém uma história propriamente dita. É na verdade uma filmagem de uma descida de uma montanha por praticantes de paraglider.

O vídeo é uma verdadeira aula de como fazer um filme com uma câmera só, e ainda assim ter um casamento perfeito com trilha sonora. Fica evidente no vídeo também que não necessariamente músicas eletronicas, rock progressivo ou até mesmo rock instrumental podem ilustrar vídeos de esportes de montanha.

Com uma música clássica com piano proeminanete conduzindo imagens belíssimas de paragliders descendo uma montanha com neve é muito bom de se acompanhar, e de se ver. Um filme que pode perfeitamente servir de proteção de tela, assim como vídeo de fundo em lanchonetes de esportistas ou academias.

"First Ascent: The Impossible Climb"

O vídeo e um trecho do box de DVD´s "First Ascent - the Series", que recentemente foi analisado pelo Blog de Escalada.

A única avaliação em português do box de DVD, diga-se. Você pode acompanhar a avaliação em : http://blogdescalada.blogspot.com/2010/10/exclusivo-avaliacao-first-ascent.html

O vídeo também pode ser conferido no filme "Progression".

O Vídeo mostra a procura do escalador Chris Sharma em subir ao máximo o maior grau de via esportiva existente no mundo. Mostrando o dia a dia do americano com sua namorada , a bela Daila Ojeda, e em como é seu "treinamento" para que enfrentasse a via no Clark Mountain nos EUA.

O vídeo é inspirador para quem tem algum tipo de via que se está acima de seu grau, e a impossibilidade de cadena o assombra.

"Kranked – Revolve"

Vídeo de Mountain bikes com grandes nomes dos EUA em locais de natureza de beleza única. No filme há um trabalho de filmagem impressionante, que deixa a quem estiver assistindo se perguntar como aquilo foi filmado. Os takes e ângulos, assim como o caminhar da câmera em meio a uma floresta são dignos de filmes como Matrix ou Avatar.

O filme é obrigatório a qualquer pessoa que planeja fazer um filme com ângulos diferentes, assim como uma apresentação de personagens do filme muito interessante.

Um dos melhores filmes exibidos na mostra com certeza.

"First Ascent: Alone on the Wall"

O vídeo, também é um trecho do box de DVD´s do "First Ascent - the series". Como descrito acima, o box já foi analisado pelo Blog de Escalada, e é , até o momento, a única análise em língua portuguesa do mundo.

O filme muito bem feito do escalador Alex Honnold em dois solos (escalada sem equipamentos de proteção) em duas vias de 600 metros de altura. O mais impressionante é que cada uma em locais diferentes e em rochas diferentes.

Muito divertido também foi ver a reação do público com o filme, que, repito, deixa qualquer pessoa com as mãos frias de aflição.

O filme pode ser baixado (desde que comprado, óbvio) no site da sender films.

O Festival de Filmes de Montanha terminou de forma apoteótica, coroando a décima edição e confirmando a expectativa de todos, de que a décima edição foi a melhor, e mais completa de todos.

Pessoalmente eu, escrevendo para o Blog de Escalada e o AltaMontanha.com ficamos muito honrados de ter a oportunidade de participar do evento.

Publicidade:


Publicidade

Publicidade