Bernardo Collares falece no Fitz Roy - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras

Publicidade

Tragédia

Bernardo Collares falece no Fitz Roy

O escalador brasileiro Bernardo Collares faleceu esta semana quando rapelava do topo do Fitz Roy, uma das mais impressionantes montanhas da Patagônia

Fonte: Lista de emails da FEMERJ - Jornal Ahora Calafate

Conforme informações divulgadas por alguns de alguns periódicos argentinos e pelo montanhista André Ilha na lista de emails da Federação de Montanhismo do Rio de Janeiro, da qual Bernardo era presidente, o escalador sofreu uma grande queda quando iniciava uma longa série de rapéis no Fitz Roy, Argentina.

Segundo os relatos, Bernardo escalava com a brasileira Kika Bradford quando, quase ao final da escalada, o tempo virou, obrigando os escaladores a desistirem da ascensão. De acordo com a imprensa argentina, a rota escolhida para a escalada era pela face oeste da montanha, que apesar de não possuir muito gelo ou rocha quebradissa, é considerada como uma rota de difícil rapel. E, segunda a fonte, foi num dos trabalhos em uma fenda que o equipamento se soltou, faznedo com que Bernardo caísse no vazio, ainda que atado a corda.

As informações a partir daí são desencontradas. A fonte brasileira afirma que a Kika ainda conseguiu conversar um pouco com o montanhista, porém, ele mesmo pediu para que ela continuasse a jornada, rumo a base da montanha, onde poderia solicitar ajuda. Já a imprensa argentina relata que Bernardo ficou desacordado após a queda, mas que mesmo assim a escaladora conseguiu levantar seu corpo até um local onde pudesse cobrí-lo com um saco de dormir.

Contudo, após a demorada descida da montanha, o tempo piorou na região, impossibilitando o resgate. Segunda a escaladora, Bernardo teria sinais de forte hemorragia e quebra de ossos da região da pelve. Com estes dados em mãos, o pessoal disponível para o resgate concluiu que seria impossível ao brasileiro ter sobrevivido até aquele momento. Algumas estratégias para resgatar o corpo estão sendo elaboradas, porém, segundo a imprensa argentina, pelo local onde está o corpo e pelo equipamento disponível, será praticamente impossível retirá-lo da montanha.

Além da presidência da FEMERJ, Bernardo acumulava também a vice presidência da CBME – Confederação Brasileira de Montanhismo e Escalada.

O site AltaMontanha.com lamenta com pesar este trágico acidente, que vitimou uma das figuras mais ilustres, ativas e reconhecidas do montanhismo brasileiro.

Fontes dessa matéria:
:: Lista de emails da FEMERJ
:: Jornal Ahora Calafate





Publicidade


Serviços Especializados


Alto Estilo

Publicidade

Publicidade