Brasil fica impedido de participar de campeonatos internacionais de escalada - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Bloqueio da IFSC

Brasil fica impedido de participar de campeonatos internacionais de escalada

O Brasil entrou na lista de bloqueio da IFSC (Federação internacional de escalada esportiva), entidade que regulamenta as competições de escalada no mundo. Outras 40 confederações também foram bloqueadas.

Fonte:

Neste ano de 2010 o Brasil ficará proibido de competir em campeonatos internacionais organizados pela IFSC, como Copas do Mundo, Mundial e Mundial Juvenil. Isso até a Confederação Brasileira de Montanhismo conseguir quitar suas dívidas com a IFSC, que é a instituição que organiza as competições em nível mundial.

O Brasil já devia à IFSC, porém havia um acordo de pagamento desta dívida de maneira parcelada, sem que os atletas brasileiros fossem punidos com estes débitos. Em 2011, no entanto, a política fiscal da IFSC mudou e a entidade resolveu cobrar todas as dívidas sem parcelamento, impossibilitando a CBME (Confederação Brasileira de Montanhismo e Escalada) de quitar a dívida e ainda renovar a licença de 2011, já que a anuidade de filiação é de 2.000 Euros.

Esta política da IFSC resultou não somente no bloqueio do Brasil, mas também de outras 40 federações de países que não conseguem pagar a entidade, o que causou revolta no mundo inteiro.

A IFSC é a entidade que regulamenta a escalada de competição desde 2007. Até então, a UIAA (União Internacional das Associações de Alpinismo) era responsável por esta missão. Hoje em dia, Confederações pequenas como a CBME precisar arcar com o custo de manter a filiação em ambas Instituições, que representa um gasto anual de 4.500 Euros, um valor muito alto para a realidade brasileira.

Organização Esportiva

No Brasil a Entidade que administra a escalada e o montanhismo é a Confederação Brasileira de Montanhismo e Escalada. A CBME é formada por 7 Federações Estaduais (Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Ceará) e estas são formadas por Clubes e Associações de Montanhismo.

Atualmente o dinheiro que vai para as entidades mundiais do esporte, UIAA e IFSC, são arrecadados de baixo para cima, mas mesmo assim há muitas dificuldades dos clubes quitarem suas obrigações com as federações e estas com a CBME.

A razão para estas dificuldades são muitas, porém, uma das principais é baixa taxa de escaladores/montanhistas filiados. Realizando uma pesquisa independente desde 2009, o site AltaMontanha realizou uma enquete com 587 escaladores do Brasil inteiro e constatou que destes, 446 não participam de federações e clubes e apenas 141 são filiados, ou seja, apenas 24% destas pessoas ajudam a Confederação a se manter.

Publicidade:


Publicidade

Publicidade