Primeiros movimentos na temporada do Himalaia - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Pré Monção 2011

Primeiros movimentos na temporada do Himalaia

Até o momento, a temporada de escalada de primavera no Himalaia tem sido de muita expectativa, com as equipes em processo de aclimatação e fixação das rotas. Mas paira um clima geral de animação, principalmente por conta da presença de vários top climbers nos 8000 do Nepal: Juanito Oiarzabal (24 cumes 8000), Phurba Tashi (23 cumes 8000), Danuru (22 cumes 8000), Abele Blanc, Edurne Pasaban, Park Young-Seok e Kim Jae-Soo, para citar apenas alguns. Apesar do &ldquo,compasso de espera&ldquo,, muita coisa interessante já ocorreu.

Fonte:

Por Rodrigo Granzotto Peron

SHISHAPANGMA

O Shishapangma foi o primeiro 8000 culminado na presente temporada, num impressionante speed ascent de 10h30m, desde o campo-base até o cume. Contabilizado também o tempo de descida, foram meras 22 horas. Essa é uma das raras vezes em que um 8000 foi culminado realmente em estilo alpino e em um round-trip (BC-cume-BC) de menos de 24h. O protagonista dessa façanha foi o skyrunner UELI STECK, um dos mais festejados montanhistas da atualidade, descrito como "uma máquina de escalar". Ueli pisou no ponto mais alto do maciço no dia 16 de abril, e agora já tem três 8000 no currículo.

ANNAPURNA

Dez dias depois - 26 de abril - foi a vez do Annapurna, culminado por fortíssimo time sul-coreano, com êxitos de Kim Jae-Soo (agora com 13 cumes 8000, faltando somente o Cho Oyu), Kim Chang-Ho (12 cumes 8000), Suh Sung-Ho (com 9 cumes 8000) e Son Byung-Woo (2 cumes 8000). Interessante notar que Chang-Ho e Sung-Ho iriam tentar abrir uma nova rota na perigosíssima Face Noroeste do Annapurna, mas, dadas as condições de neve, resolveram que seria mais prudente fazer cume pela rota normal, na Face Nordeste.

Com eles, no cume, uma lenda-viva do alpinismo italiano, o grande Abele Blanc, que se transformou no 23º alpinista a angariar todos os 14 cumes 8000, e o 11º sem oxigênio engarrafado. Abele havia tentado o Annapurna 5x antes e, tristemente, perdeu seu melhor amigo - Christian Kuntner - vitimado por avalanche. Essa sua sexta tentativa foi "secreta", pois ele preferiu não divulgar. Chegou à montanha em silêncio e, sem alarde, conquistou o cume, e dedicou a façanha à memória de Kuntner.

MANASLU

Na sequência, em 29 de abril, o Manaslu foi conquistado por expedição iraniana, registrados os sucessos de Mohammad Hassan Najarian (6 cumes 8000), Ali Bayat-Manesh, Mojtaba Meqdadi, Hussain Moqadam, Saeid Karimi, Karim Bigdeli, Ali Mohammadi e Parvaneh Kazemi (que é a primeira iraniana a culminar o Manaslu). Com eles, também foram até o cimo os tchecos Jan Travnicek e Jakub Vanek.

OBITUÁRIO

Em nota negativa, mal a temporada começou e já temos duas fatalidades: Isa Mir-Shekari (IRÃ, 38 anos), no Manaslu, e Rick Hitch (EUA, 55 anos), no Everest, faleceram devido, provavelmente, a edema cerebral.

ESTATÍSTICAS

Portanto, até o presente momento, em quatro semanas de escalada, houve 16 cumes e 2 mortes, perfazendo um índice de periculosidade de 12,5%.

Publicidade:


Publicidade

Publicidade