Phurba Tachi o supersherpa - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Super homem do Himalaia

Phurba Tachi o supersherpa

Os sherpas são mundialmente conhecidos por sua força física e resistência em alta altitude. Habitantes de vilas extremamente elevadas (entre 2500 e 4000 metros), os corpos dessa etnia nepalesa são particularmente adaptados para o ar rarefeito, o que faz com que não sintam os efeitos da hipoxia com a intensidade que sentem os demais escaladores.

Fonte:

Por Rodrigo Granzotto Peron

Alguns sherpas conseguem a proeza de se destacar ainda mais nesse mar de excelência, demonstrando um talento acima de seus conterrâneos, assombrando os ocidentais como verdadeiras máquinas de escalar, a elite do Nepal. Desse seletíssimo grupo, podemos nominar, por exemplo, Ang Rita (o primeiro a escalar o Everest 10x), Babu Chhiri (o primeiro a dormir no cume do Everest), Danuru (com 22 cumes 8000), e Apa Sherpa (o primeiro a escalar o Everest 20x). São meros exemplos, há vários outros consagrados e que seriam dignos de menção.

Mas o artigo propõe-se a focar no personagem do título.

Phurba Tashi Sherpa nasceu em 24 de maio de 1971, em Khumjung, Solukhumbu, Nepal. Em 1997 participou, como cozinheiro, de expedição, quando chamou a atenção de Russell Brice, o neo-zelandês que é dono da empresa de montanhismo guiado mais poderosa a operar no Everest, a Himalayan Experience, ou, simplesmente HiMex. Russell notou a qualidade e a determinação de Phurba, e resolveu convida-lo para participar da expedição da Himex ao Cho Oyu, onde o Sherpa teve sua primeira experiência escalando em alta altitude, e fez cume na sexta mais elevada montanha do planeta em 1998, inaugurando seu brilhante currículo.

Foi ganhando experiência e mostrando, a cada expedição, competência, determinação, resistência, garra, enquanto Russell lapidava as habilidades de escalada e de liderança de Phurba. Após algumas expedições, tornou-se leading sirdar (o sherpa líder) das expedições da HiMex, e um dos nepaleses mais respeitados e consagrados a atuar no Everest.

Em 2007, culminou o Everest três vezes na temporada de primavera, a primeira abrindo a rota tibetana ao cume e instalando as cordas fixas (30 de abril), depois fazendo travessia do Tibete para o Nepal, acompanhando David Tate (15 de maio), e, por fim, guiando os clientes da Himex ao cume (14 de junho).

Em 2009, 2010 e 2011 foi o líder da equipe sherpa encarregada de fixar toda a rota nepalesa do Everest, instalando cordas fixas até o cume. Meticuloso, Phurba Tashi liderou, nos três anos, toda a empreitada, e abriu trilha 90% do tempo. Em 2011, além de dois cumes no Everest, ainda concluiu um raro double-header ao culminar também o Lhotse na temporada de primavera.

Nesses catorze anos (1998-2011), acumulou a inacreditável cifra de VINTE E SEIS cumes 8000 (19x Everest, 5x Cho Oyu, 1x Manaslu e 1x Lhotse). Todos os cumes foram como guia da HiMex. É o primeiro alpinista na história a fazer 25 e 26 cumes 8000. É o atual líder isolado. Culminou mais de um 8000 em nove temporadas diferentes de escalada (2001, 2002, 2003, 2004, 2005, 2007, 2009, 2010 e 2011), outro recorde impressionante. Como Phurba ainda é novo (tem 39 anos apenas), vislumbra-se para ele uma longa carreira e um futuro brilhante, e com certeza veremos vários recordes sendo quebrados por esse verdadeiro supersherpa.

Eis a listagem completa de cumes de Phurba:

01 – 1998 – Cho Oyu (1)
02 – 1999 – Everest (1)
03 – 2000 – Cho Oyu (2)
04 – 2001 – Everest (2)
05 – 2001 – Cho Oyu (3)
06 – 2002 – Everest (3)
07 – 2002 – Everest (4) [2x na temporada de primavera de 2002]
08 – 2002 – Everest (5) [também no outono]
09 – 2003 – Everest (6)
10 – 2003 – Everest (7)
11 – 2004 – Everest (8)
12 – 2004 – Cho Oyu (4)
13 – 2005 – Everest (9)
14 – 2005 – Cho Oyu (5)
15 – 2006 – Everest (10)
16 – 2007 – Everest (11)
17 – 2007 – Everest (12)
18 – 2007 – Everest (13) [3x na temporada de primavera de 2007]
19 – 2009 – Everest (14)
20 – 2009 – Everest (15) [2x na temporada de primavera de 2009]
21 – 2010 – Everest (16)
22 – 2010 – Everest (17) [2x na temporada de primavera de 2010]
23 – 2010 – Manaslu (1)
24 – 2011 – Everest (18)
25 – 2011 – Everest (19) [2x na temporada de primavera de 2011]
26 – 2011 – Lhotse (1) [double-header EV + LH]

Se Phurba Tashi fosse um alpinista europeu ou americano, ele iria ser idolatrado e considerado um dos maiores de todos os tempos. Como é um nepalês, habitando um remoto país do outro lado do globo, e falando uma língua estranha para nós, então não tem a fama e o reconhecimento devidos. Por sorte ele trabalha para um homem poderoso, que tem condições de divulgar os feitos de Phurba e mostrar ao mundo um pouco da vida desse top climber, como ficou registrado no documentário “Phurba Tashi Sherpa Super-Star” para o Discovery Channel.

Fica, então, este artigo, como uma pequena homenagem ao alpinista que mais vezes esteve acima de 8000 metros na história.

Publicidade:


Publicidade

Publicidade