Portuguesa Daniela Teixeira embarcou rumo ao Gasherbrum I - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Temporada no Karakoram

Portuguesa Daniela Teixeira embarcou rumo ao Gasherbrum I

Alpinista portuguesa, que planejava o Everest para este ano, mudou o roteiro e embarcou hoje pela manhã, na compnahia do alpinista Paulo Roxo, rumo ao Karakoram, onde pretende escalar o Gasherbrum I, montanha de 8.068 metros de altitude.

Fonte:

Apesar dos planos terem sido desenvolvidos para o Everest, Daniela Teixeira conseguiu recuperar o dinheiro investido, cerca de 10.000 dólares. O problema foi gerado pelo governo chinês, que para levar a tocha olímpica ao topo do Everest, fechou a montanha por grande período de tempo, afugentando os principais alpinistas da montanha.

Com a desistência do Everest, Daniela apostou no Shisha Pangma, mas a proximidade desta montanha com a área do conflito a fez mudar os planos novamente, desta vez para o Gasherbrum I, décima primeira montanha mais alta do mundo, com 8.068 metros sobre o nível do mar, que também é conhecido como K5.

Contudo, Daniela não desistiu do Everest: "No próximo ano, quero subir o Everest e, em 2010, quero passar por uma montanha virgem, onde nunca ninguém esteve", concluiu.

Ainda assim, a mudança não desanimou a escaladora, que viu na expedição ao Gasherbrum I, a possibilidade de realizar uma escalada muito mais interessante, uma vez que a montanha possibilita o chamado estilo alpino.

Segunda Daniela, "o Gasherbrum I tem características técnicas que permitem a escalada em estilo alpino e, ao lado, o Gasherbrum 2 abre caminho à aclimatação".

O estilo alpino é um dos mais destacados dentro do alpinismo mundial. Neste estilo, a utilização de carregadores e guias de montanha é praticamente descartado. O alpinista deve carregar consigo praticamente todo o equipamento e não constroem acampamentos intermediários pré-fixados, o que agrega a escalada muito mais valor e pureza na conquista.

Para este viagem, Daniela Teixeira treinou "todos os dias durante um ano e meio" e carregará em sua mochila 74 quilos, para uma viagem que deverá durar cerca de dois meses na companhia do experiente alpinista Paulo Roxo.

A chegada ao Acampamento Base está planejada para o dia 15 de Junho, e a expedição deverá levar uns 45 dias para chegar ao topo. Cada alpinista está carregando cerca de 70 kg de equipamentos.
Segundo Daniela, o sentimento é de "bastante ansiedade. Não penso muito no ser a primeira mulher ou nos títulos, porque no fundo faço isto por prazer".

Em seu site na WEB, Daniela demonstrou confiança: "Parece que desta não há nada que nos faça ficar (a não ser que nos retenham no aeroporto por excesso de bagagem!!!)"

Quem são os alpinistas?

A portuguesa Daniela Teixeira já realizou ascensões um pouco por todo o mundo, passando pelos Pirinéus, Alpes, Atlas, Cáucaso, Andes, Pamir e Himalaia. Foi também a primeira portuguesa a subir a uma montanha com mais de 7000 m de altitude, Korjenevskaya, 7105 m (Pamir, Tajiquistão, 2004) e é a única portuguesa a ter no seu currículo uma montanha com mais de 8000m, o Cho Oyu, 8205 m (Himalaia, Tibete, 2006)

Paulo Roxo, também português, destaca-se pela abertura de mais de 500 vias de escalada em rocha, gelo e vias mistas, tanto em Portugal como no estrangeiro. Nos Pirinéus realizou a ascensão em solo e em duas horas, da difícil via Arlaud-Souriac (600 m, inclinações até 85º, em gelo). Nos Alpes, escalou três das seis mais famosas faces norte, a das Grandes Jorasses, Drus e Piz Badile.

Conta com ascensões a montanhas com mais de 5000 m, tendo sido o primeiro português a escalar os picos Allpamayo, 5947 m e Huascarán, 6768m (ambos nos Andes Peruanos, 1994). Escalou também o pico Korjeneveskaya, 7105 m (Pamir, Tajiquistão, 2004).


Publicidade:


Publicidade

Publicidade