Encontrado corpo de brasileiro desaparecido em vulcão chileno - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Vulcão Villarica

Encontrado corpo de brasileiro desaparecido em vulcão chileno

Felipe Santos, de 28 anos, era filho de uma dirigente dos Correios.Consulado brasileiro confirmou que o corpo foi achado neste sábado.

Fonte:

Fábio Tito e Mariana Oliveira
Do G1, em São Paulo e em Brasília

Foi encontrado por volta de 11h30 (horário de Brasília) deste sábado (3) o corpo do engenheiro Felipe Santos, de 28 anos, que estava desaparecido desde a quinta-feira (1º) na região do vulcão Villarrica, no Chile. A Defesa Civil local informou que ele poderia ter caído em uma fenda após deslizar aproximadamente 500 metros.

A informação sobre a localização do corpo foi dada pela assessoria de imprensa da mãe de Felipe e confirmada pelo consulado brasileiro no Chile. O jovem era filho de Maria da Glória Guimarães dos Santos, vice-presidente de Rede e Relacionamento com os Clientes dos Correios.

A cônsul honorária Gilka Nese de Castro Cerqueira, que acompanhou o caso, recebeu a informação das autoridades. Segundo o consulado, o corpo do jovem foi levado ao Instituto Médico Legal da região, e posteriormente será feita a documentação para o traslado ao Brasil.

Felipe morava em Macaé, no Rio de Janeiro, e trabalhava na Petrobras. Os pais dele moravam em Brasília. O Itamaraty informou ter informações sobre a morte, mas disse que ainda aguarda confirmação por parte das autoridades chilenas.

Segundo a assessoria da família, a mãe, o pai e um tio de Felipe estão no Chile desde sexta e acompanharam os trabalhos de resgate, retomados bem cedo neste sábado.

Acidente

Após o desaparecimento de Felipe, equipes de resgate encontraram os óculos e a câmara fotográfica de Felipe, e descobriram que ele chegou a tirar uma foto no topo do vulcão. O parque foi fechado após o acidente. O mau tempo, porém, atrapalhou as buscas. O vulcão Villarrica fica entre Araucanía e Los Ríos, 800 km ao sul de Santiago.

Quatro pessoas participavam da excursão. Uma morte já havia sido confirmada, a do mexicano Rodolfo Sarovich, de 21 anos, cujo corpo foi retirado do local do acidente, que também feriu um turista chileno, que sofreu graves fraturas e foi levado a um hospital da cidade de Temuco, e um suíço, que se feriu levemente.”

Publicidade:


Publicidade

Publicidade