Brasileiro faz despertar o espírito pela aventura em Vallecitos - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Escalada em Cascata

Brasileiro faz despertar o espírito pela aventura em Vallecitos

Depois da criação por um brasileiro do Centro de Andinismo Invernal Diamante, em Vallecitos, Mendoza passou a desfrutar de um novo espaço para a prática da escalada em cascatas congelas, que agora traz para a cidade o Festival de Escalada em Gelo de 2008.

Fonte: mdzol.com - Fotos Juan Pablo Rinaldi

O brasileiro Humberto Câmara Junior, gaúcho de Porto Alegre, em sua busca pelas mais altas montanhas e paraísos dos Andes para a prática da escalada e dos esportes de montanha, acabou se mudando para a cidade de Mendoza, há 8 anos. Depois de trabalhar para algumas empresas, decidiu criar a sua própria, qual chamou de "Ventonegro".

Durante os vários anos seguidos trabalhando como guia de montanha, observando as mudanças climáticas, Junior e seu sócio Juan Pablo tiveram uma idéia fantástica. Com o frio das montanhas, criar cascatas congeladas, retirando um pouco da água ainda não congelada e a desviando por baixo da neve.

Pela inclinação da montanha, direcionaram a água de um reservatório por um sistema de tubos, até a parte mais abrupta do vale, onde o vento se encarregaria de baixar a temperatura no local. Quando a temperatura atingiu a média de zero graus, na exata altitude de 3000 metros, eles deixaram a água escorrer pela sombreada face sul da montanha. E não é que a idéia deu certo?

Estava formada a primeira cascata congelada do local, com 17,5 metros de altura, e um maravilhoso e puro gelo cristalino, que possibilitava a prática da escalada. Não demorou muito, e este já era um dos locais mais conhecidos para a prática do esporte e, em Julio de 2007, o chamaram " Centro de Alpinismo Invernal Diamante".

Agora, o próximo projeto para o Diamante é a realização de um festival de escalada em gelo, conhecido por "Ice Climbing Festival 2008", que contará com a construção de várias cascatas artificiais e a presença de escaladores do mundo todo. Será um encontro que promete futuro! A data está sendo marcada para os dias 18 e 19 de julho de 2008, porém necessita confirmação. A entrada ao evento custará algo em torno de 100 pesos argentinos.

Confira a entrevista com o brasileiro Humberto Câmara Junior:

Quais são os objetivos que espera alcançar com este festival?

Espero que fomente o esporte e o turismo local, uma vez que vai atrair atletas e amantes deste esporte extremo, de várias partes do mundo. Também quero incentivar o público jovem, incentivando a prática do andinismo e mostrando campos profissionais relacionados com a vida ao ar livre.

Como surgiu a iniciativa de realizar este evento?

Há 2 anos houve uma proposta parecida no Chile, em que se anunciou, na época, como "Ice Fest", que trouxe muitas personalidades de diferentes partes do mundo.

Como será realizado o festival?

O Festiva contará com três cascatas verticais de aproximadamente 25 metros, outra menos que estará pendurada no teto de uma gruta, e uma grande, com aproximadamente 65 metros, que deverão estar prontas em no máximo um mês e meio.

Quais serviços oferecerá aos visitantes e curiosos?

Haverá postos de venda de comidas e bebidas, pontos de coleta de lixo, estacionamento, hospedagem e pontos de informação turística. Construiremos uma arquibancada temporária, onde as pessoas poderão apreciar o evento. Também ofereceremos toda a segurança para os atletas, como ambulância e o pessoal da equipe de resgate em montanha.

Qual foi tua experiência mais extrema em alta montanha?

Foi no Aconcágua, no inverno. Tive que dormir 14 dias na Polacos, esperando que terminasse uma forte tempestade que nos pegou de surpresa e não podíamos fazer nada, apenas esperar e sobreviver.

Fonte: mdzol.com
Fotos: Juan Pablo Rinaldi

Publicidade:


Publicidade

Publicidade