Ueli Steck une com parapente Jungfrau, Mönch e Eiger em menos de 15 horas - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Steck, o super montanhista suiço

Ueli Steck une com parapente Jungfrau, Mönch e Eiger em menos de 15 horas

O suíço Ueli Steck encontrou um caminho mais rápido para se mover entre as montanhas e consegue culminar o Jungfrau (4.150 m), Mönch (4.107 m) e Eiger (3.970 m), em um dia longo de menos de 15 horas, culminando cada montanha e descendo de parapente até a base da próxima.

Fonte: Desnivel.com

A recente modalidade de alpinismo tem cada vez mais seguidores. A combinação de escalar uma montanha e descer de parapente está provando ser um método eficiente de se mover pelas montanhas de maneira mais rápida e eficiente. Assim assegura Sebastián Álvaro com sua jornada nos glaciares do Karakoram neste verão, e assim se reafirma outro ilustre nome do montanhismo europeu, Ueli Steck, que realizou em meados de agosto a ligação de três dos picos mais clássicos suíços (Jungfrau, Mönch e Eiger) em menos de 15 horas fazendo uso da técnica de descida voando.

O alpinista suíço é renomado amante de escaladas rápidas, modalidade esta que o levou ao redor do mundo e, especialmente, no Himalaia, onde no ano passado ele estabeleceu um impressionante recorde no ShishaPangma, bem como nos Alpes, com escaladas clássicas e notáveis no Eiger e nos Grand Jorasses. Enfim, todas essas escaladas foram feitas pelo método "convencional", juntamente com extraordinária força e motivação. "Voar significa algo completamente novo para mim", diz Ueli Steck em seu blog. "Você precisa de muita paciência se quiser ter boas condições para voar e escalar ao mesmo tempo. Eu tive essa idéia de voar e escalar por um bom tempo. Fico feliz que funcionou ".

Condições perfeitas

As condições perfeitas pelas quais esperou com paciência Steck neste verão ocorreram no fim de semana de 18 e 19 de Agosto, "foi provavelmente O fim de semana deste verão", disse o alpinista suíço, que afirmou que “não havia calor e o tempo estava estável, sem risco de tempestade. "

Dadas estas condições, no sábado seguiu com Markus Zimmermann para pegar o trem de Schilthorn. De Piz Gloria, realizaram um vôo de parapente de cerca de 6 kms sobre o vale, o que as deixou em cerca de 1.000 metros do abrigo Rotal, onde foram passar a noite desfrutando de um por do sol maravilhoso: "Faz tempo que eu não via um por do sol tão brilhante. "

Depois de uma curta noite, às três da manhã os dois alpinistas já estavam às portas do abrigo, seguindo para o Jungfrau (4.150 m), que queriam escalar pela aresta Rotal. É claro que escalaram sem dificuldades e as oito da manhã esticavam seus parapentes e decolavam novamente em condições perfeitas, com algum vento de noroeste. "Meu vôo durou 27 minutos", disse Steck, que assinala que "pousei na geleira na face norte do Mönch, enquanto Markus estava voando em direção a Wilderwil".

Agora em solitário, guardou seu parapente na mochila e iniciou a ascensão do Mönch (4.107 m) pela rota Lauper. Caminho este que concluiu em menos de duas horas. Mais uma vez estendeu seu parapente e decolou, voando até encontrar um lugar para pousar no meio das gretas do Eismeer ao pé do Eiger.

Festa final no Eiger e jantar em casa

Lá, voltou a colocar o parapente na mochila e caminhou de meia hora para o refúgio Mitellegi onde "me fartei com uma refeição decente: pão e queijo de montanha. Ótimo depois das doces barras de cereais". Partiu do refúgio e poucos minutos depois das ??três da tarde, alcançou o cume do Eiger através da aresta Mittellegi.

Depois de um breve descanso no cume especial para ele, Ueli Steck caminhou até o pilar Genfer onde estendeu seu parapente pela última vez pra voar até o estacionamento Stechelberg onde seu carro estava. "Minhas pernas estavam ficando cansadas ??e voar para Stechelberg foi definitivamente menos cansativo que ir a pé", disse ele. Às cinco da tarde estava terminando sua aventura de “para-escaladas”, pouco mais de 14 horas depois de ter começado.

 

Leia mais sobre o alpinista completo Ueli Steck:

http://altamontanha.com/Noticia/317/ueli-steck-recebe-o-eiger-award-2008

http://altamontanha.com/Artigo/1659/ueli-steck-o-montanhista-completo

http://altamontanha.com/Noticia/3389/o-everest-nas-palavras-de-ueli-steck

http://altamontanha.com/Noticia/3376/subir-o-everest-hoje-e-quase-suicidio

 

Publicidade