Ciclovias de São Paulo não saem do papel - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Qualidade de vida?

Ciclovias de São Paulo não saem do papel

Depois de mais de um ano de aprovação, lei que previa a contrução de ciclivias na capital paulista continua sem nenhuma inauguração.

Fonte:

Depois de um ano e quatro meses de aprovada, uma lei municipal que previa a construção de 23,5 quilômetros de ciclovia na cidade de São Paulo continua apenas no papel.

As bicicletas são apontadas como um dos melhores meios de transporte urbano. Primeiro por que são baratas, depois por que não poluem e ainda é um ótimo exercício físico, fazendo bem para a saúde.

Se as bicicletas fossem um meio de transporte seguro na capital paulista, elas poderiam resolver vários problemas, uma vez que em São Paulo, dia após dia o recorde de congestionamento e poluição é batido. Entretanto sem ciclovia, pedalar pelas ruas da capital é uma aventura perigosa.

Mesmo diante de tantos fatores que possam pesar à favor, as autoridades não conseguem enxergar neste simples meio de transporte uma alternativa para os problemas viários da cidade. De acordo com uma pesquisa do IBOPE, cerca de 370 mil pessoas usam a bicicleta diariamente para se transportar, mesmo que não haja incentivo e nem mesmo segurança para tanto.

Trabalho x Lazer

No projeto para as ciclovias paulistanas há uma grande falha no tange o trabalhador que usa a bicicleta para ir ao trabalho no dia a dia. É que as ciclovias planejadas serão construidas quase todas dentro de parques. Apenas 4,5 Km são nas ruas.

Isso demonstra que mesmo sem implementar, a prefeitura encara a bicicleta apenas como um meio de lazer e ignora que ela possa vir a ser uma alternativa para o transporte.

Este problema ocorre em outras metropoles brasileiras, como em Curitiba que têm dezenas de quilômetros de ciclovias, mas que não ligam os bairros residenciais aos centros comerciais e industriais, ou seja, não são ciclovias que se destinam a levar com segurança o trabalhador do lugar de sua moradia ao seu emprego.

Diante desta mentalidade de quem planeja a vida urbana em nosso país, fica dificil enxergar uma melhoria na qualidade de vida da população assim como dos problemas no transporte e poluição urbanos.

Publicidade:


Publicidade

Publicidade