Maximo Kausch publica 50 rotas de GPS no wikiloc, trabalho que durou 4 anos - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Informação de muito trabalho

Maximo Kausch publica 50 rotas de GPS no wikiloc, trabalho que durou 4 anos

Após concluir a escalada de 30 montanhas com mais de 6000 metros de altitude completamente sozinho, entre os meses de outubro e novembro, Maximo passou um tempo compilando os dados que coletou com seu GPS e decidiu publicá-los ao público de forma gratuita.

Fonte: Redação

"É uma forma que eu tenho para contribuir um pouquinho com o esporte. É um trabalho bem cansativo e meticuloso mas alguém tem que fazer", afirma o alpinista.

 
Estes dados são de muita utilidade para quem for se aventurar em regiões tão remotas como por exemplo o Atacama. Maximo coletou dados como tracklogs de aproximação, rotas de escalada, localização de fontes d'água, locais de acampamentos e também perigos como regiões de gretas, pedras soltas e até mesmo campos minados.
 
Maximo encontrou muitas áreas com artefatos incaicos e não sabe dizer quais sítios arqueológicos já haviam sido encontrados por arqueólogos anteriormente. A informações foram repassadas para a instituição responsável de cada local.
 
Maximo comenta que ainda está trabalhando em algumas rotas que mapeou durante sua maratona em montanhas de 6000m, mas a grande maioria já está online.
 
Ele comenta que muitos guias de montanha se mostraram descontentes com suas publicações. Ao que parece, muitos guias profissionais acreditam que isso vai afetar sua fonte de renda. Maximo porém acredita que todos devem ter acesso à informação e insiste em publicá-los:
 
Um guia não serve somente para indicar um caminho, guias de montanha estão lá pra dividir sua perícia e conhecimento com os clientes”.
 
Maximo lembra que o trabalho de mapeamento para este último projeto durou anos, não foi só ir e escalar. Ele estudou dados satelitais para escolher as melhores rotas de ascensão. A informação para subir estas montanhas é tão escassa que em alguns casos nem o nome da montanha está claro.
 
Todos estes dados agora estão disponíveis ao público no Wikiloc.com e logo já estará disponibilizado no Rumos.net.br, o portal de rotas para GPS administrado pelo AltaMontanha.com.
 
Link do wikiloc:
 
 
Acesse o Rumos.net.br:
 
 
 
 
 

Publicidade