Oito turistas são assaltados no Anhangava - PR - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Novamente...

Oito turistas são assaltados no Anhangava - PR

Dois homens armados renderam o grupo em uma trilha de acesso ao Morro do Anhangava, na RMC, por volta das 19 horas de domingo (14)

Fonte: Gazeta do Povo

Oito turistas foram assaltados em uma trilha de acesso ao Morro do Anhangava, em Quatro Barras, na região metropolitana de Curitiba, na noite de domingo (14). Dois homens armados renderam o grupo e roubaram dinheiro, celulares, câmeras fotográficas e calçados, por volta das 19 horas.

O grupo era formado por quatro mulheres e quatro homens, incluindo um francês. Segundo o professor João Arthur P. Grahl, eles já tinham subido e descido o morro e caminhavam pela trilha – em direção à saída do Parque Estadual da Serra da Baitaca - quando foram abordados pelos dois assaltantes. Os dois homens recolheram as mochilas e deixaram que o grupo retirasse os documentos. “Eles estavam armados e disseram para entregarmos nossos pertences. Depois, eles mandaram o nosso grupo subir o morro novamente”, contou Grahl. Ninguém foi ferido pelos assaltantes.

As vítimas seguiram pela trilha – em direção ao morro – e caminharam por alguns minutos – sem sapatos. Eles encontraram um pequeno grupo que terminava a descida e avisaram sobre o assalto. Com o aviso, os turistas pegaram outra trilha.

“Ficamos mais um tempo na trilha e encontramos outro grupo”, contou o professor. Essas pessoas estavam com celulares e acionaram a Polícia Militar.

Segundo Grahl, os policiais fizeram buscas pela região, mas não encontraram os assaltantes. Um boletim de ocorrência foi feito ainda no parque.

Essa foi a primeira vez que o professor foi ao Morro do Anhangava. “Eu já tinha subido outros morros. O do Anhangava foi a primeira vez e vou dar um tempo antes de voltar lá”, disse. Segundo Grahl, alguns membros do grupo já tinham ido várias vezes ao Anhangava e nenhum incidente havia sido registrado.

A Delegacia de Quatro Barras informou, por volta das 10h15, que ainda não tinha recebido informações sobre o caso.

A assessoria de imprensa do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) – responsável pela gestão do parque - informou que estava apurando o que ocorreu no domingo e deve se pronunciar durante a tarde desta segunda-feira.

Publicidade:


Publicidade

Publicidade