Morre canadense de 22 anos no Cotopaxi - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Uma fatalidade

Morre canadense de 22 anos no Cotopaxi

Ontem, dia 2 de junho, o canadense Danielle Kendall, 22, foi morto após ser atingido por um pedaço de gelo do tamanho de um carro, enquanto escalava no Parque Nacional Cotopaxi, ele estava com o guia Romulo Sandoval da CONDOR trekk.

Fonte: elcomercio.com

De acordo com informações preliminares, as oito pessoas que compunham o grupo que estava Kendall, subiu até o cume do vulcão Cotopaxi pela rota normal. Em aproximadamente 3h30min, durante a descida, a 5.400 metros, o grande serac caiu e causou a morte imediata do turista, que, de acordo com o relatório médico, apresentou um hematoma no olho esquerdo, uma fratura no parietal direito, hemorragias nasais, e afundando do lado direito do rosto.
 
Em uma operação conjunta, o pessoal do Grupo de Intervenção e Resgate (GIR) da Polícia Nacional, o Corpo de Bombeiros de Latacunga, guardaparques do Parque Nacional Cotopaxi, pertencente ao Ministério do Meio Ambiente (MAE) e as guias ASEGUIM resgataram o corpo do rapaz que foi levado até p Refugio Jose Ribas.
 
Note-se que o operador turístico em questão tem todos os documentos em ordem para operações turísticas no Parque Nacional Cotopaxi, seus guias são certificadas pelo ASEGUIM e são membros da UIAGM.
 
Certamente, uma fatalidade.
 
 
 

Publicidade:


Publicidade

Publicidade