Aventura, adrenalina e superação no Rio Mountain Festival 2013 - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Rio de Janeiro 2013

Aventura, adrenalina e superação no Rio Mountain Festival 2013

É a 13ª Mostra Internacional de Filmes de Montanha com novo nome e mais espaço na cidade maravilhosa. Outra novidade é o Natura Doc com filmes de natureza.

Fonte: Assessoria de imprensa

Consolidada em 12 edições no Rio de Janeiro, a Mostra Internacional de Filmes de Montanha ganha novo nome: Rio Mountain Festival. E para acompanhar a demanda do público que curte esporte, cultura e meio ambiente, o Rio Mountain Festival 2013 vai ser no Cinema Odeon Petrobras e no Centro Cultural da Justiça Federal [CCJF]. Outra novidade é o Natura Doc, que inclui na programação mais filmes ambientais, etnográficos e culturais relacionados a montanhas. 
 
A cidade maravilhosa recebe o Rio Mountain Festival nos dias 18 e 19 de outubro.  A programação do Rio Mountain Festival 2013 começa às 18h da sexta 18/10 com a primeira sessão do Natura Doc no CCJF e com a abertura da exposição fotográfica Vulcões do Deserto, de André Dib, no Odeon. A Mostra Competitiva tem sessões às 19h e 21h no Odeon, com filmes brasileiros e estrangeiros concorrendo ao troféu Corcovado, nas categorias Melhor Filme, Melhor Filme Brasileiro, Melhor Filme de Montanhismo e Escalada, Melhor Curta e Melhor Fotografia. E às 20h, no CCJF, tem a segunda sessão do Natura Doc. 
 
No sábado 19/10, a Mostra Banff tem sessões às 19h e às 21h no Odeon, com uma seleção dos filmes estrangeiros premiados no tradicional Banff Mountain Film Festival. E no CCJF, às 18h e 20h, mais duas sessões do Natura Doc.  O Rio Mountain Festival 2013 também apresenta a 3ª edição do Concurso Fotográfico Montanhas do Mundo, que tem a montanha e/ou os esportes praticados na montanha como personagem central. Os jurados vão escolher dois fotógrafos para o público decidir quem vence. O ganhador faz a exposição na edição de 2014 do festival.
   
Serviço Rio Mountain Festival 2013
 
Cinema Odeon Petrobras - Praça Floriano, 7 - Cinelândia - Centro Ingressos Odeon - R$ 24,00 [inteira] e R$ 12,00 [meia] Passaporte com ingressos para as 4 sessões do Odeon - R$ 60,00  
 
Centro Cultural Justiça Federal [CCJF] - Av. Rio Branco, 241 - Centro Ingressos CCJF - R$ 10,00 [inteira] e R$ 5,00 [meia]  
 
18 de outubro
 
Mostra Competitiva com filmes nacionais e estrangeiros - no Odeon - Sessões às 19h e 21h . Natura Doc com filmes nacionais e estrangeiros - No CCJF - Sessões às 18h e 20h . Exposição Fotográfica Vulcões do Deserto, de André Dib - no Odeon a partir das 18h  
 
19 de outubro 
 
Mostra Banff com filmes estrangeiros premiados - no Odeon - Sessões às 19h e 21h . Natura Doc com filmes nacionais e estrangeiros - No CCJF - Sessões às 18h e 20h . Exposição Fotográfica Vulcões do Deserto - no Odeon  
 
Programação Rio Mountain Festival 2013
 
Mostra Competitiva - Cinema Odeon Petrobras - 18/10 - Sessões às 19h e 21h 
 
10 filmes brasileiros e dois estrangeiros concorrem ao troféu “Corcovado” nas categorias Melhor Filme (Prêmio Cidade do Rio), Melhor Filme Brasileiro (Prêmio Terra Brasilis), Melhor Curta- metragem, Melhor Filme de Montanhismo e Escalada e Melhor Fotografia. Os vencedores são escolhidos por júri oficial e júri popular.
 
Mostra Banff - Cinema Odeon Petrobras - 19/10 - Sessões às 19h e 21h
 
Filmes estrangeiros do tradicional Banff Mountain Film Festival. Estão na seleção as melhores produções que participaram do Festival Banff ano passado, vencedoras de prêmios no festival e em outros festivais internacionais. A Mostra Banff faz parte da World Tour do Banff Mountain Film Festival. 
 
Natura Doc - Centro Cultural da Justiça Federal [CCJF] - 18/10 e 19/10 - Sessões às 18h e 20h
 
Filmes brasileiros e estrangeiros ligados a cultura das montanhas, meio ambiente e vida ao ar livre. Saindo um pouco da ação, focando a montanha e a natureza em primeiro plano.
 
Exposição fotográfica Vulcões do Deserto - no Cinema Odeon Petrobras - 18/10 e 19/10
 
Fotógrafo desde 2002, André Dib se especializou em fotografia outdoor e vem compondo matérias para as principais revistas de Natureza, Esporte e Turismo do país. André participou de diversas expedições pela América do Sul, destacando a escalada do vulcão Cotopaxi, no Equador, Ascenção ao cume Aconcágua, a escalada do maior vulcão do mundo, o Ojos del Salado, no Chile, e as escaladas do Illimani, Sajama e Parinacota, em 2013, as maiores montanhas da Bolívia. Entre outras expedições de alta montanha e travessias pela Venezuela, Equador, Argentina, Chile, Peru, Bolívia, Uruguay e Brasil. 
 
A força das imagens produzidas "in loco" e o desafio de buscar inspiração em lugares isolados e de difícil acesso, tornaram-se a marca da trajetória do fotógrafo. Seja a seis mil metros de altitude nos escarpados picos andinos ou na umidade verde da Amazônia. Nas areias de praias remotas ou na solidão de chapadas vistosas, a lente de Dib sempre consegue enquadrar algo mais: mais vivo, mais atrevido, mais inédito, mais belo, mais significativo.   
 
Destaques  
 
Mostra Competitiva
 
Living a Dream - É o primeiro filme totalmente de wingsuit no festival. Mostra saltos incríveis da Cabeça do Imperador na Pedra da Gávea, Rio de Janeiro, de diversos ângulos. Filme de Grabriel Lott, com 8 minutos. 
 
Entrelinhas – Conforme o próprio diretor diz: “Uma visão prática do slackline na cidade de Niterói”. Com imagens áreas bem trabalhadas, essa visão se transforma num deleite para os adeptos do slackline e suas variações. Filme de Felipe Duque, com 15 minutos.
 
Amigo imaginário - Narra a primeira conquista realizada por escaladores capixabas. Um filme sobre o mundo feminino na escalada. A determinação sobrepondo a delicadeza feminina. Filme de Oswaldo Baldin, com 14 minutos.
 
Samba do leão - O filme é sobre a conquista dos escaladores Luciano Fiorenza, Sergio Tartari e Flávio Daflon de uma nova via no Fitz Roy, na Patagônia, chamada por eles de Samba do Leão. A façanha se torna impressionante, pois o Fitz Roy é considerada uma montanha difícil pelas suas paredes verticais e com o clima ruim e traiçoeiro. Filme de Luciano Fiorenza, com 16 minutos. 
 
Mostra Banff - Filmes estrangeiros premiados . 
 
Crossing the ice - Prêmios de melhor filme, de melhor filme de exploração e aventura e de melhor filme no voto popular. É uma travessia da Antártica até o Polo Sul. 
 
Honnold 3.0 - Eleito melhor filme de escalada. Um filme para deixar qualquer bom aventureiro com inveja. O escalador americano Alex Honnold faz escalada solo nas três grandes montanhas do Yosemite Parque. Adrenalina de deixar as mãos suadas. 
 
Petzl rock trip - Eleito o melhor filme pela criatividade. Com uma trilha sonora motivante, escaladores da elite mundial da escalada esportiva fazem diversas vias de calcário na China. Entre os destaques do filme, a primeira subida de Dani Andrada, campeão Mundial de Escalada de Velocidade em 1997 e bronze na Copa do Mundo de Boulder em 2001, da extremamente difícil Corazon de Ensueno.     
 
Natura doc  
 
Second wind - Uma perfeita crítica ao desmatamento no mundo atual. Selecionado em mais de 100 festivais pelo mundo. Filme de Sergey Tsyss, com 7 minutos.
 
Expedição Phoenicia - Pela primeira vez em milhares de anos, um navio a vela fenício voltou a navegar, para comprovar que uma lenda contada no ano 450 a.C. pelo grego Heródoto pode ser verdadeira. Segundo essa lenda, o Faraó Egípcio Necho II contratou os Fenícios, em 600 a.C., para saber se a África era de fato cercada de água por todos os lados. Este projeto internacional deu a volta na África, com apoio do Museu Britânico, Universidade de Oxford, Royal Geographical Society, entre outras entidades. Filme de Yuri Sanada, com 90 minutos. 
My Forest - Através dos olhos de uma criança, viaje por uma floresta para descobrir sua mágica, mistérios e seus encontros... Filme de Sébastien Pins, com 7 minutos
 

Publicidade