Falta de combustível em ônibus impede passeio no Parque Estadual de Vila Velha PR - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Falta de verbas

Falta de combustível em ônibus impede passeio no Parque Estadual de Vila Velha PR

Famoso parque nos Campos Gerais do Paraná está com um de seus principais atrativos sem visitação porque o ônibus que transporta os visitantes não tem combustível.

Fonte: G1 Paraná

O Parque Estadual de Vila Velha, localizado em Ponta Grossa, é famoso pelo relevo que abriga diversas formas bizarras, além das dolinas e lagoas e a vegetação campestre entremeada por florestas de Araucária. Por conta disso, é considerado como um dos principais destinos naturais do Estado do Paraná. Hoje, no entanto, quem quiser visitar as Furnas e a Lagoa Dourada não poderá, pois o ônibus que leva até estes destinos turísticos ficou sem combustível e o Parque não tem verbas para abastecê-lo.

Após um processo de remodelação e recuperação ambiental, o Parque de Vila Velha não permite o acesso de seus atrativos com carros particulares, que ficam em um estacionamento perto do centro de visitantes. Os turistas fazem a aproximação dos atrativos em dois ônibus, um com destino aos arenitos ruiniformes e outro com destino às Furnas e à Lagoa Dourada, é justamente o último que ficou sem combustível e está com o serviço afetado. O Parque cobra R$ 10,00 para passeios nos primeiros atrativos e R$8,00 no outro.

De acordo com a Secretaria Estadual do Esporte e Turismo, o Parque Estadual de Vila Velha é o segundo mais visitado do Paraná. Segundo a administração do local, em 2013, mais de 67 mil pessoas passaram pelo parque. Mesmo com todos estes visitantes, a Ecoparaná, não tem como abastecer os veículos que levam os turistas até as atrações do parque. A justificativa é de que e o governo não fez o repasse em dinheiro do mês, inclusive para o pagamento dos funcionários

 A supervisão da Ecoparaná, no entanto, diz que a situação é temporária e que espera que o governo estadual refaça os repasses nos próximos dias para normalizar os serviços.
 

Publicidade:


Publicidade

Publicidade