Novo recorde em The Nose no El Capitán - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Rapidez no Yosemite

Novo recorde em The Nose no El Capitán

O recorde de velocidade no El Capitán novamente muda de mãos. Hans Florine e Yuji Hirayama, que com um tempo de 2 horas, 43 minutos e 33 segundos desbancam os irmãos Huber por pouco mais de dois minutos.

Fonte:

Mais uma vez é quebrado o recorde em The Nose. Yuji Hirayama e Hans Florine, no modo "velocidade de cruzeiro", completaram a via mais representativa do El Capitán, dois minutos mais rápido, que já era rápido, que os alemães Alexander e Thomas Huber, que ostentavam o recorde desde outubro do ano passado. Hirayama e Florine, no dia 2 de julho, pararam o cronômetro em 2 horas, 43 minutos e 33 segundos.

Era a terceira tentativa da cordada nesta temporada de verão no Yosemite Valley. Em 29 de junho apenas dois minutos acima dos 2:45:45 que foram marcados pelos Huber, que por sua vez haviam pulverizado a marca que Florine e Hirayama estabeleceram em 2002. "Decido que devo deixar o sofá e colocar as mãos à obra", comentou Hans Florine quando os Huber superaram sua ascensão express dos quase 900 metros de The Nose. Nesses momentos sua ampla bagagem de escaladas de velocidade no Yosemite já não serviam e teve que voltar à ativa para recuperar o, se pode ser chamado assim, trono perdido.

Desde 1991, Florine, que naquele ano acompanhado por Steve Schneider e marcando um tempo de oito horas, lutou para fixar e manter o recorde de velocidade da rota. E há 17 anos que as marcas vem sido superadas (já se soman até nove ocasiões), muitas vezes pelo próprio Florine que reduziu em cinco horas seus primeiros registros.

A idéia, partiu de Hirayama. O japonês chamou Florine nesta primavera para tentar a reconquista, o que os levaria a planejar uma série de "treinamentos". Yuji chegava a Fresno em 22 de junho e no dia seguinte já estavam no topo do El Capitán em pouco menos de cinco horas. Três dias depois ficaram abaixo das três horas e meia e pouco depois chegaram ao tempo anteriormente mencionado de 2:47:30. Era questão de ter outra oportunidade, como também a disposição, e então Yuji e Florine se reafirmam como os mais vertiginosos de The Nose.

A cordada ainda desejam realizar uma última ascensão para estabelecer, se puderem, um tempo inferior que estimule os possíveis pretendentes a pensar duas vezes antes de tentar.


As marcas registradas através dos tempos em The Nose:

1958 - Warren Harding, Wayne Merry e George Whitmore. Primera ascensão. 12 dias na tentativa definitiva.
1960 - Joe Fitchsen, Tom Frost, Chuk Pratt e Royal Robbins. Segunda ascensão. Sete dias.
1967 - Jim Madsen e Kim Schmitz. Três dias de subida.
1968 - Jime Madsen e Mike Covington. Dois dias e meio até o cume.
1974 - Ray Jardine, Kris Walker e Lou Dawson. Completam a via em um dia e meio.
1975 - Billy Westbay, Jim Bridwell e John Long. Primeira ascensão em um dia. 17 horas e 40 minutos.
1984 - Dave Schultz e John Middendorf. Menos de onze horas até o cume.
1986 - John Bachar e Peter Croft. Realizaram em 9 horas e 17 minutos.
1989 - Steve Schneider. Primeira subida em um dia em solitário.
1990 - Steve Schneider e Hans Florine. Recorde estabelecido em 8 horas e 6 minutos.
1990 - Dave Shultz e Peter Croft. Baixaram o tempo para 6 horas e 40 minutos.
1991 - Andres Puhvel e Hans Florine. Nova marca em 6 horas e 1 minuto.
1991 - Dave Shultz e Peter Croft. Chegam ao cume em 4 horas e 48 minutos.
1992 - Peter Croft e Hans Florine. 4 horas e 22 minutos.
2001 - Timmy Oneil e Dean Potter. Começam a ser contados também os segundos. 3:59:35.
2001 - Jim Herson e Hans Florine. 3:57:27.
2001 - Timmy Oneil e Dean Potter. 3:24:20.
2002 - Hans Florine e Yuji Hirayama. A cordada estabelece o tempo de 2:48:50.
2007 - Alexander e Thomas Huber. Baixam o tempo para os 2:45:45.
2008 - Hans Florine e Yuji Hirayama. Hans e Yuji recuperam seu lugar em 2:43:33.


Redação AltaMontanha com informações de Desnivel e PlanetMountain

Publicidade:


Publicidade

Publicidade