Estação meteorológica no Colo Sul do Everest - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Tecnologia à serviço do montanhismo

Estação meteorológica no Colo Sul do Everest

No último mês de maio, um grupo de montanhistas italianos e nepaleses colocou em funcionamento a estação meteorológica mais alta do mundo, no colo sul do Everest.

Fonte:

Quando a última barreira se rompeu ao lado sul do Everest, depois que a expedição chinesa subiu levando a tocha olímpica, entre a multidão que subiu a montanha estava um grupo de italianos e nepaleses cuja missão era colocar a estação meteorológica mais alta do mundo em funcionamento.

A estação meteorológica foi instalada próxima aos oito mil metros de altitude, no chamado Colo Sul do Everest, e seus registros serão atualizados a cada hora, além de permitirem a consulta por um site da internet.

A equipe era composta pelos italianos Silvio "Gnaro" Mondinelli, Marco Confortola e Michele Enzio, e pelos nepaleses Dawa Tshering Sherpa, Pema Chhosang Sherpa,Thsiri Sherpa, Phura Sherpa de Namche e Phura Sherpa de Walung.

A expedição era dirigida por Agostino Da Polenza, presidente do Comitê Ev-K2-CNR, uma associação italiana dedicada a investigação e manejo sustentável das regiões montanhosas.

Todos tiveram que subir com cerca de 50 quilos de equipamento e terminaram a instalação durante uma tempestade. No dia 15 de maio, às 16 horas, no horário do Nepal, a estação emitiu seu primeiro relatório: "Temperatura do ar: -17ºC, Umidade relativa: 41,3%, Pressão atmosférica: 382,1 hPa, Direção do vento: 262,8º, Velocidade do vento: 12,8 m/s, Radiação solar: 711,9 W/m2, Radiação Solar UVA: 30,4 w/m2."

Os dados emitidos a cada hora pela estação têm o objetivo de pesquisa científica e ajudar aos montanhistas que escalam a montanha mais alta do mundo e poderá ser consultado através da internet.

Publicidade:


Publicidade

Publicidade