Do Anhangava à Morretes sobrevoando o Marumbi em Parapente - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Dia de voo perfeito

Do Anhangava à Morretes sobrevoando o Marumbi em Parapente

No domingo, dia 12 de outubro, o piloto de parapente e montanhista Hilton Benke realizou um voo épico na Serra do Mar paranaense ao decolar do Anhangava e sobrevoar o Marumbi acima dos 3 mil metros de altitude.

Fonte: Redação

Foi se divertindo como uma criança que o piloto de parapente e montanhista Hilton Benke realizou um voo histórico na Serra do Mar do Paraná no último domingo,  dia 12 de outubro. O feito, apesar de raro, não é inédito, não sendo a primeira vez que um piloto decola do Anhangava e consegue sobrevoar a Serra do Mar, contudo, o que chama a atenção é que Hilton iniciou no voo livre a menos de um ano.
 
O voo realizado por Hilton também atingiu uma altitude mais elevada, 3,3 mil metros e ainda mais distante que os voos conhecidos na região, percorrendo aproximadamente 32 quilômetros e pousando as margens da BR 277, já próximo ao litoral paranaense.
 
Aluno prodígio
 
Apesar de ser considerado um voo difícil e raro, um dos fatos que mais chamam a atenção é que Hilton é um piloto recém formado. Ele começou o curso de voo livre em Dezembro de 2013 e, segundo o instrutor Marcio Lichtnow, foi um dos alunos que se formou mais rápido na escola Vento Norte de Curitiba.
 
No entanto, não se trata de pura sorte de principiante. No mês passado, em seu primeiro e único campeonato de voo livre que participou, a primeira etapa do Campeonato Paranaense Parapente, na cidade de Japira, Hilton levou a segunda colocação em sua categoria.
 
A motivação que levou Hilton a começar a voar foi justamente praticar o chamado para-montanhismo ou “hiking and fly”, atividade que mistura o montanhismo com o voo livre, onde o objetivo é incialmente escalar uma montanha para posteriormente alçar voo lá de cima. 
 
Apesar de no Brasil o voo de parapente ser uma atividade mais independente, sua origem na Europa remete-se justamente ao montanhismo, exatamente como uma forma alternativa ao rapel.
 
Como Começar
 
O Voo Livre é uma atividade que necessita uma boa instrução no início, e as principais rampas de voo exigem documentos comprobatórios da capacidade em se pilotar um parapente. Existem diversas escolas de parapente no Brasil, abrangendo praticamente todas as regiões. 
 
Apesar do custo do equipamento ser alto, normalmente as escolas oferecem estes para seus alunos iniciantes, dando um certo tempo para que este possa comprar com calma seu equipamento.
 
O custo inicial do esporte varia de acordo com o equipamento que o piloto deseja comprar, podendo variar de 5 ou 6 mil, adquirindo equipamentos usados, até mais de 15 mil Reais, caso este deseje comprar uma linha importada.
 
 
Assista ao vídeo do voo de Hilton pela Serra do Mar:
 

 

Publicidade:


Publicidade

Publicidade