Nepal encerra buscas na tragédia do Annapurna 40 pessoas morreram - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Tragédia

Nepal encerra buscas na tragédia do Annapurna 40 pessoas morreram

Governo asiático acredita que não há mais pessoas a serem encontradas no circuito de Annapurna, no Himalaia, onde mais de 500 já foram resgatadas

Fonte: EFE

Depois de seis dias da avalanche que atingiu a região de Annapurna, no Nepal, o governo do país asiático deu por encerradas as buscas por mortos e desaparecidos, nesta segunda-feira. O número de mortos chegou a 40, enquanto mais de 500 pessoas foram resgatadas do circuito que fica no Himalaia. Quem confirmou o encerramento das atividades foi o chefe da operação de resgate Yadav Koirala.
 
- Acho que não há mais ninguém para resgatar. Não há mais pessoas. Quase (acabou), a operação de resgate acaba hoje - afirmou. O último helicóptero de resgate sobrevoou hoje os distritos de Mustang, Manang e Dolpa, segundo Yadav Koirala. Todas as vítimas fatais foram encontradas nessas três áreas, no noroeste de Katmandu, capital do país.
 
O governo divulgou um balanço da operação. Mais de 500 pessoas foram resgatadas no circuito de Annapurna, a décima montanha mais alta do mundo e uma das mais procuradas do turismo de aventura. Até o momento, 35 vítimas já foram identificadas, metade era do Nepal, além de turistas do Canadá, Índia, Israel, Eslováquia, Polônia e Japão. Apesar da tragédia, o turismo de aventura do Nepal não de mostras sinais de redução.
 
- Pode haver neve, pode haver gelo. A montanha está lá. É aventura, é um desafio, todos sabem disso. Acho que as pessoas não vão parar de fazer “trekking", ou dizer "ok, não vou mais para lá". Já recebemos pedidos, já estamos emitindo permissões, as pessoas continuam querendo ir a Annapurna ou a outros lugares. Lentamente eles vão, todos os dias - disse Keshav Pandei, vice-presidente da Associação de Turismo de Aventura do Nepal.
 
O governo prometeu tomar providencias para melhorar a segurança dos turistas na região do Himalaia. Esse foi o segundo acidente do ano na região. Em abril, 16 pessoas morreram numa avalanche no Everest.

Publicidade:


Publicidade

Publicidade