Casa começa a ser construída em terreno que sofreu desmatamento no Marumbi - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Tudo legalizado

Casa começa a ser construída em terreno que sofreu desmatamento no Marumbi

Proprietário obteve licença para desmatar do órgão ambiental estadual do Paraná, no entanto, frequentadores do Marumbi não gostaram do que viram e acharam imoral a permissão. Agora uma casa começa a ser construída no local.

Fonte: Redação

Em Outubro o site AltaMontanha noticiou o caso de um desmatamento legalizado nas adjacências do Parque Estadual do Marumbi no Paraná. Tal desmatamento tinha cerca de 800 metros quadrados e nesta área foram suprimidas árvores nativas de diversos tamanhos.

A reportagem causou indignação na comunidade de montanhistas do Paraná, uma vez que os mesmos acharam que houve excesso na supressão vegetal do terreno e que o IAP (Instituto Ambiental do Paraná), não deveria permitir este tipo de desmatamento num local tão próximo à uma unidade de Conservação, que no caso é o Parque Estadual do Marumbi. Uma denúncia foi feita à Força Verde que visitou o local, medindo o tamanho da área e o perímetro das árvores.

O terreno fica a menos de 1 km do posto de Prainhas no IAP, num dos locais mais turísticos de Morretes, pois ali fica o acesso tanto para o Marumbi quanto para a trilha do Itupava e o Salto dos Macacos, além é claro do bóia cross do rio Ipiranga.

Após visita da Força Verde, o IAP havia afirmado que investigaria o caso e caso fosse configurado crime ambiental o proprietário seria autuado. No entanto, em menos de 1 mês do ocorrido a única notícia que se tem do caso é que uma casa começou a ser construída no terreno.

As fotos mostram que as árvores caídas foram removidas do chão e que no local encontra-se a construção e o material que será usado na obra.

Obras do Marumbi

Se de um lado a obra no terreno desmatado segue a todo vapor, de outro, as obras do IAP dentro do Parque vão devagar, mas se aproximam do fim. Há 4 anos tanto a sede do Parque do Marumbi quanto o camping estão em reforma. Houve um problema no processo licitatório daí a lentidão do processo. Ainda não foi divulgado uma data de reinauguração.
 

Notícia relacionada:

:: Órgão ambiental permite desmatamento “legal” no Marumbi

Publicidade:


Publicidade

Publicidade