Onde escalar perto de São Paulo - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Dicas, croquis e tracklogs

Onde escalar perto de São Paulo

São Paulo pode não ter tido tanta sorte quanto a cidade do Rio de Janeiro quando o assunto é escalada. No entanto, engana-se que o paulistano não tem locais para escalar perto de suas casas. Neste artigo o objetivo é mostrar opções para escalada nas proximidades da capital, menos de 200 km, que pode ser feito na base do bate volta em só dia.

Fonte: Redação

Muitas vezes não estamos dispostos a fazer viagens com pernoites apenas para poder escalar. Neste artigo será listado uma série de locais de escalada que podem ser acessados em um só dia a partir da capital paulista. A listagem está dividia por grau de facilidade das escaladas. Em cada local há um link para a página deste local no Site Rumos, que é site do Portal AltaMontanha que se destina a catalogar locais de escalada, trilhas e montanhas que diferente dos demais apresenta tracklogs para serem transferidos para um GPS ou para serem vistos pelo Google Earth. Muitas das páginas contêm também croquis das escaladas.

Escaladas fáceis

Pedra do Santuário: A Pedra do Santuário está localizada em Pedra Bela – SP, cerca de 118 Km da capital e 1:45 minutos de carro. Ali há diversas escaladas de nível fácil, com uma altura média de 40 metros que possibilita vias de até 2 enfiadas. Na Pedra do Santuário também há escaladas esportivas mais difíceis. No Site Rumos também o croquis das escaladas deste local.

Pedra da Maria Antonia: Localizada em Pedra Bela – SP. É uma possibilidade interessante para quem quer se iniciar em grandes paredes com vias de até 6 enfiadas com nível fácil, muitas delas com apenas 4 grau, como a Mãe de Prata. A via Enzo Davanzo e Na Berola são outras vias interessantes que são uma interessante iniciação à vias longas. No link há um croquis de localização das vias na pedra.

Pedra da Represa: Localizada em Salesópolis, 118 km da capital e 1:40 minutos de carro. Esta escarpa localizada ao lado de uma represa do sistema alto Tietê é um bom campo escola de escalada. Com muitas vias fáceis de até 2 enfiadas e outras de nível médio para treinar uma progressão e alcançar níveis mais altos. No link há o croquis da escalada do local.

Morro do Maluf: Localizada no Guarujá, a 90 km da capital e 1:30 horas de carro, é um local interessante para a escalada, com uma bela vista da praia, brisa batendo no rosto e uma parede que oferece vias de até 2 enfiadas. Na direita da parede há vias mais fortes para treinar uma progressão. É uma opção bacana para um final de semana de sol fazendo uma social com a namorada. No link há o croquis das escaladas do local.

Pico do Jaraguá: Localizado no bairro de Pirituba na capital. Único point de escalada dentro da capital. Ficou fechado durante anos, mas agora é permitido escalar no local. Caracteriza-se por ter vias curtas, pois os afloramentos de quartzito do Pico não são muito altos.

Escaladas médias e difíceis:

Pedreira do DIB: A Pedreira do DIB, localizada em Mairiporã, na grande São Paulo, já foi o local de escalada mais frequentado pelos paulistanos, durante a década de 1990. No entanto, o local começou a se degradar e se tornar um ponto de desova de carros roubados e até corpos. Hoje é mais frequentado por rapeleiros, no entanto ainda preserva ótimas vias de escalada com grau médio, entre 5 e 6 grau. Contém link para baixar guia de escalada em pdf.

Visual das Águas. Localizado em Bragança Paulista, 88 km da capital e 1 hora de carro pela Fernão Dias, o Visual das Águas é sem dúvida um dos melhores locais para um bate volta de escalada de São Paulo. Apesar de haver vias fáceis, que inclusive são usadas em cursos de escalada, elas são poucas e o que mais há por ali são vias de 5 e 6 grau. As melhores se concentram no setor da parede da sombra, mas há outros setores também. No link há também o croquis das escaladas do local.

Falésia do Zé Vermelho: Localizada em Pindamonhangaba , 150 km da capital ou cerca de 2:15 horas é um local onde concentram-se escaladas esportivas de sétimo grau. As vias são técnicas e exige movimentação. Ótimo local para quem está escalando melhor e pretende avançar na escalada. No link há o croquis das vias de escalada.

Falésia Paraíso: Localizada também em Pindamonhangava, fica um pouco mais longo da Falésia do Zé Vermelho. Hoje é o principal point de escalada esportiva de São Paulo. A maioria das vias é de nível médio, porém já há vias difíceis. Por ser um local com muitas vias e de qualidade, o local é perfeito para fazer volume e treinar. No Rumos está o link para o site da Falésia Paraíso, com um guia gratuito para ser baixado e impresso.

Pedra Grande de Atibaia:
É um dos locais mais próximos de São Paulo, cerca de 85 km de distância da capital. Ela pode ser acessada de carro por estrada de terra, via Rod. Dom Pedro I. Há diversos setores e vias de escalada no local, entretanto uma característica são os cristaizinho machuquentos, que faz que o local não seja dos mais populares, apenas da proximidade e bela paisagem.

Pedra Partida: É uma pequena rocha localizada no município de Atibaia próximo a rod. Dom Pedro I. São Poucas vias de escalada que existem no local, no entanto há muito boulderes de qualidade.

Pedra do Segredo: Local pouco frequentado e conhecido que faz jus ao nome. Predominam vias longas com lances de crux difíceis.

Pedreira do Jardim Garcia: Localizada em Campinas, no bairro do Jardim Garcia, ao lado da rodovia Anhanguera, apresenta vias verticais numa rocha escorregadia, o Diabásio. Por isso as vias são mais difíceis. Contém guia de escalada para ser baixado em pdf.
 

Ainda nâo escala em rocha? O AltaMontanha recomenda os melhores cursos de escalada em Sâo Paulo:

:: Curso de escalada GenteDeMontanha

:: Curso de escalada Climbing

:: Curso de escalada do Pedro Hauck

 

Publicidade:


Publicidade

Publicidade