Guarda parques do Aconcagua impedem realização de corrida na montanha - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Ultra maratona do Aconcagua

Guarda parques do Aconcagua impedem realização de corrida na montanha

A sétima edição da Ultra maratona da montanha, que seria realizada no Parque Provincial do Aconcagua no último sábado (dia 29) foi impedida de ser realizada devido aos protestos dos guarda parques.

Fonte: Diário Uno

Notícia relacionada:

:: Que tal um Trail Running no Aconcagua?

Um protesto dos guarda parques que trabalham no Parque Povincial do Aconcagua impediu a realização da mais famosa prova de corrida de montanha dos Andes, A Ultra Maratona de Montanha, que estava sem sua sétima edição e contava com 500 competidores de 15 países diferentes.

Logo às 8:15 da manhã deste último sábado, a apenas 45 minutos da largada, os guarda parques fizeram uma corrente humana que impediu a passagem dos competidores por uma ponte no vale do rio Durazno. Houve muita confusão e os organizadores acharam melhor cancelar a prova antes que houvessem agressões físicas. Os guarda parques reivindicam maiores salários e um aumento no efetivo de funcionários no parque.

Esta competição servia de classificação para o Ultra Trail du Blanc 2015, uma das maiores corridas de montanha do mundo que é realizada na França.

Os competidores ficaram indignados com a forma de protesto dos guardaparques. O corredor mendocino Javi Gomez, disse que treinou o ano inteiro para a competição e se sente prejudicado: “Estou envergonhado, por ver tanta gente que nunca mais nos visitará, tantos estrangeiros, tantos comprovincianos, quanto tristeza!! Mendoza não se merece isto”. Declarou.

A temporada de escalada no Aconcagua começou no último dia 15 de novembro. A informação sobre os preços da ascensão e trekking foram divulgados somente dois dias antes do começo da temporada, o que prejudica a organização de expedições internacionais à montanha mais alta do mundo. Todos os anos as regras mudam no Aconcagua e isso dificulta a todos os guias e montanhistas que querem conhecer o colosso das Américas.

Desta vez, o ministério de Terras, Ambientes e Recursos Naturais, secretaria que administra os parques provinciais de Mendoza pretende tomar uma atitude denunciando os manifestantes e os responsabilizando pelo prejuízo.

A organização da prova declarou que todo o dinheiro que seria distribuído para os vencedores da prova será doado para uma instituição que ajuda crianças com câncer em Mendoza.
 

Veja mais:

:: Tracklog do Aconcagua no Rumos

Publicidade:


Publicidade

Publicidade