João Garcia já chegou ao acampamento 1 do Broad Peak - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Gelo duro dificulta a escalada

João Garcia já chegou ao acampamento 1 do Broad Peak

O alpinista português João Garcia já atingiu a o acampamento 1 do Broad Peak, apesar de ainda não ter montado o acampamento.

Fonte:

João Garcia subiu com o alpinista dinamarquês Mogens Jensen até o acampamento 1, onde deixou parte do material necessário para montar o acampamento, na próxima subida.

"Chegamos há 3 dias, fomos ao Campo 1, mas não montamos a tenda. O Broad Peak tem este ano o dobro dos alpinistas."

Uma expedição iraniana com 50 alpinistas "engarrafa" este ano a escalada da montanha onde está o alpinista português que descreve, além da altitude, outras dificuldades que o esperam, esta época, neste alto cume do Karakorum.

"Não nevou, o Inverno foi muito seco, há gelo "velho" e risco acrescido de queda de pedras."

Durante a ascensão ao acampamento base, o alpinista português reencontrou o casal de amigos brasileiros Helena e Paulo Coelho, com quem partilhou a escalada de 1999 ao Everest, e que o auxiliou quando Garcia passou por sérias dificuldades durante a descida da montanha.

O trio subiu boa parte do trajeto juntos, só se separando na região conhecida como Concordia, aos quatro mil metros. O casal de brasileiros partiu rumo ao Gasherbrum II e, por sua vez, João Garcia rumou ao Broad Peak.

Integrado numa expedição internacional que agrupa franceses, italianos e espanhóis, Garcia partilha a licença de escalada com o dinamarquês Mogens Jensen, veterano do Everest e praticante de triatlo extremo, Jensen fez já 8h40m no Ironman do Hawai!

Se tudo ocorrer como o planejado, o Broad Peak de 8047 metros, no Paquistão, será o décimo primeiro pico de oito mil metros já conquistado pelo alpinista, este de uma forma especial, apenas dois meses depois de chegar ao cume do Makalu.

"O Broad Peak não é uma das montanhas mais difíceis de subir", disse o alpinista, explicando que não se atreveria a "sair do Makalu para um K2 (8.611 metros)", que complementou que "seiscentos metros de diferença faz uma diferença abismal na escalada de alta montanha".

João Garcia pretende alcançar o topo das 14 montanhas com mais de 8.000 metros sem auxílio de oxigênio até 2010, faltando ainda, além do Brad Peak, o Manaslu (8.163 metros) e o Nanga Parbat (8.125 metros), ambas com previsão de escalada para o próximo ano, e, por fim, o Annapurna (8.091 metros), uma das montanhas mais difíceis do mundo, para 2010.

Apenas sete pessoas conseguiram escalar as 14 montanhas sem o uso de oxigênio artificial, até hoje.

Publicidade:


Publicidade

Publicidade