Maximo Kausch chega a incrível marca de 70 montanhas acima dos 6 mil metros nos Andes - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Veja outros brasileiros que também se destacam

Maximo Kausch chega a incrível marca de 70 montanhas acima dos 6 mil metros nos Andes

Montanhista argentino residente no Brasil é o atual recordista mundial em ascensões de montanhas acima dos 6 mil metros no Andes. Ao todo são 104 montanhas na cordilheira e ele pretende escalar todas, num projeto inédito e ousado.

Fonte: Redação

Os 6 mil metros de altitude é o máximo que uma montanha alcança nos Andes e apenas 104 delas superam esta marca. Maximo Kausch é a primeira pessoa no mundo que se propôr a vencer este desafio e ele já está 2/3 de seu audacioso projeto completo.
 
Retornando de uma expedição de 2 meses pelos Andes, onde tinha como objetivo explorar regiões remotas e montanhas de 5 mil metros virgens, ele foi além e voltou com mais 3 cumes no bolso: Vulcão Copiapó 6052 metros, Vulcão Patos de 6250 metros e Sierra Nevada de 6137 metros de altitude.
 
No vulcão Copiapó, a única montanha que é um pouco frequentada, ele encontrou grandes ruínas incas próximo ao cume. No Patos, que é uma montanha que se conta aos dedos o número de expedições, ele teve que enfrentar grandes dificuldades numa difícil aproximação 4x4 e o Sierra Nevada foi simplesmente a segunda ascensão absoluta da montanha e ainda por uma rota inédita, pelo lado chileno da montanha.
 
Quando ele alcançou seu cume de número 59, decidiu entrar em contato com o Guiness Book e descobriu que ninguém tinha alcançado esta marca. Agora com 70 ele fica ainda mais distante do inglês John Bigger, famoso por seu livro de montanhas andinas, que era o ex recordista.
 
Outros brasileiros com mais 6 mil
 
Maximo Kausch nasceu na Argentina, mas se criou no Brasil. Seu parceiro de longa data, com quem ele começou a escalar há mais de 17 anos, Pedro Hauck, também é um destaque quando o assunto são 6 mil andinos. No término desta expedição, que ele também participou, o geógrafo paulista alcançou a marca de 36 cumes e é o brasileiro com mais cumes nesta altitude nos Andes, superando seu também parceiro de cordada Waldemar Niclevicz com quem já fez 8 montanhas junto. Waldemar, que foi o primeiro brasileiro a fazer o Everest e o K2, dentre tantas outras montanhas famosas, tem 30 cumes.
 
Em terceiro lugar, está o montanhista mineiro Marcelo Delvaux com 11 cumes, seguido do fotógrafo André Dib com 7 e com 6 Bruno Versiani e o casal Paulo e Helena Coelho. Os dados são do historiador do montanhismo brasileiro Rodrigo Granzotto Perón.
 
Veja mais:
 

Publicidade:


Publicidade

Publicidade