Italianos são finalmente resgatados no Nanga Parbat - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Tragédia no Paquistão

Italianos são finalmente resgatados no Nanga Parbat

Os italianos Simon Kehrer e Walter Nones, que estavam presos no Nanga Parbat, foram resgatados ontem com vida por um helicóptero depois de nove dias na montanha. Fontes paquistanesas afirmam que eles estão bem de saúde.

Fonte:

Foi dramático, mas poderia ter sido pior. A expedicão de Simon Kehrer, Walter Nones e Karl Unterkirchen em que eles pretendiam abrir uma nova rota na parede Rakhiot do Nanga Parbat foi trágica e nefasta. Unterkirchen, morreu depois de cair em uma greta e desaparecer. Ele era o líder da expedição, considerado por muitos como uma estrela emergente no alpinismo italiano, reconhecido e premiado em seu país.

Depois da tragédia com Karl, Walter e Simon tiveram que subir a montanha, pois daquele ponto era impossível o regresso pela mesma rota. Eles correram sérios riscos de vida. Durante a tentativa de fuga, eles tiveram muita má sorte com o tempo, chegaram à exaustão física o que lhes deixaram presos no meio da perigosa parede Rakhiot.

Imediatamente se organizaram equipes de resgate que foram comandada por Silvio Mondinelli, ilustre himalaísta italiano, que veio de seu país às pressas para organizar as equipes de ajuda. Segundo a revista eletrônica de montanha espanhola Desnivel, os helicópteros paquistaneses conseguiram lançar por ar alimentos e esquis, com os quais a dupla conseguiu realizar um descenso por um outro local, até uma altitude em que os helicópteros pudessem realizar a evacuação da montanha.

Finalmente Simon e Walter foram levados ao acampamento base da montanha, onde eles aguardam serem levados à civilização e à um hospital, onde se iniciará a recuperação do tremendo esforço de sobrevivência. Ainda não se sabe o estado real dos alpinistas, mas depois de um episódio destes é possível que eles tenham tido congelamentos avançados.

Publicidade:


Publicidade

Publicidade