Estatísticas da temporada do Aconcagua 2015/16 - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Números da montanha mais alta dos Andes

Estatísticas da temporada do Aconcagua 2015/16

O Parque Provincial do Aconcagua divulga todos os anos ao término da temporada de escalada, que vai de Novembro a Fevereiro, os números de visitação ao parque de montanha mais famoso da América do Sul. Confira os dados da ultima temporada 2015/2016.

Fonte: Redação

A temporada do Aconcagua começou no dia 15 de novembro e terminou em 29 de Fevereiro. No balanço feito pelo governo de Mendoza, Argentina, as cifras ficaram muito similares à temporada anterior, com porcentagens apenas inferiores aos itens a seguir: Permissões de ascensão ao cume, porcentagens de cume, permissões de trekking longo e curto e tickets para o circuito da Laguna de Horcones.
 
A razão para que houvesse esta diminuição podem ter sido as condições metereológicas adversas, com muito frio e tempestades, além das enxurradas de lama e pedras que varreram alguns vales e dificultou o acesso neste verão de El Niño. 
 
Um total de 4.898 pessoas adquiriam tickets para todas as modalidades de visitação da Unidade de Conservação, uma baixa de 700 pessoas comparado com a temporada anterior. Foram 2.792 as permissões de ascensão emitidas pelas autoridades, contra os 2.944 da temporada 2014/15. Deste total de pessoa que desejavam ir ao cume, cerca de 800 lograram, quando o habitual é cerca de 1200. Este calculo é extraoficial e foi realizado pelo Site Aconcagua on line.
 
A curiosidade foi que houve poucos cumes durante os meses de novembro e dezembro, enquanto que em janeiro, quando o tempo abriu, houve um número grande de cumes, que manteve a média anual de cerca de 20% de sucesso.
 
Quanto ao trekking, este verão teve 2.106 pessoas que se animaram a percorrer os diferentes acampamentos de aproximação e de base, bem menos que as 2732 pessoas do período anterior.
 
A comparação entre a nacionalidade dos visitantes fornecem dados curiosos. Enquanto que o trekking longo de 7 dias é realizado 74% por argentinos e o restante por estrangeiros, ela quase se inverte na permissão de cume, quando apenas 15% são argentino e o restante de outros países. O trekking de um dia é feito metade por argentinos e metade por estrangeiros.
 
O circuito da Laguna de Horcones foi visitado por um pouco mais de 30 mil turistas e as pessoas que consultaram o Centro de Informações foi de cerca de 60.000 pessoas.
 
A única norte na montanha desta temporada foi do japonês Mikhito Fujimori de 76 anos, um número baixo já que a média de falecimentos é de 3 pessoas por temporada. 
 
Finalmente foram realizadas 40 buscas e resgates de pessoas em tarefas em conjunto com o helicóptero e a Patrulha de Resgate. Foram feitas 117 evacuações por indicação médica, 23 a menos que a temporada anterior. Deste total, apenas 4 tiveram alguma gravidade, felizmente sem óbito.
 

Publicidade:


Publicidade

Publicidade