6 mortos: Saldo do Everest após série de cumes - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
E mais de 400 cumes

6 mortos: Saldo do Everest após série de cumes

Quatro pessoas morreram na montanha mais alta do mundo. Dois alpinistas indianos também desapareceram na montanha no sábado. Apesar do fato negativo mais de 400 pessoas fizeram cume na montanha mais alta do mundo nos últimos dias

Fonte: Redação, G1 e Desnível

Uma australiana e um holandês faleceram durante o ataque ao cume do Everest nos últimos dois dias, quando houve a primeira boa janela de tempo na temporada de escalada da montanha mais alta do mundo.
 
A morte de Maria Strydom, a australiana, ocorreu no sábado e foi confirmada pela Universidade Monash, em Melbourne, onde ela trabalhava como professora. Funcionários do governo nepalês disseram que estão tentando trazer seu corpo para o pé da montanha. 
 
 
A morte da mulher australiana foi a segunda no Everest este ano. Na sexta-feira, o alpinista holandês Eric Ary Arnold morreu depois de atingir o cume de 8.850 metros do Everest.
 
Strydom, que era parte do mesmo grupo que Arnold, desenvolveu o mal da montanha enquanto descia do Acampamento Quatro, localizada a cerca de 8.000 metros de altura, revelou a empresa de Katmandu que organizou a expedição.
 
Dois alpinistas indianos também desapareceram na montanha no sábado, na região de altas encostas conhecidas como "zona da morte", afirmou Wangchu Sherpa da empresa Trekking Camp Nepal.
 
"Eles estão fora de contato há mais de 30 horas agora e não está claro se eles haviam tentado escalar o cume da montanha", disse Sherpa, acrescentando que dois outros indianos estavam sendo escoltados por guias sherpa para acampamentos mais baixos com lesões e úlceras. Mais detalhes não foram divulgados por causa da má comunicação com a equipe", disse ele.
 
 Apesar das mortes e desaparecimento, o número relativo entre quem faz cume e óbitos na montanha mais alta do mundo é muito pequeno. Somente nestes dias mais de 400 pessoas chegaram ao cume do Everest, dentre eles 4 brasileiros: Carlos Santalena, Thais Pegoraro, Cristiano Müller e Rosier Alexandre.
 
Atualização - Mais dois mortos
 
Hoje houve a confirmação do falecimento de Subhash Pal, um escalador indiano de 44 anos, que também morreu após sentir os feitos da altitude no último domingo (22).
 
 Antes, Phurba Sherpa, do grupo étnico sherpa, que auxilia estrangeiros durante a subida, sofreu uma queda enquanto consertava uma das rotas usada pelos alpinistas. O homem de 25 anos estava a cerca de 150 metros do topo da montanha quando caiu, falecendo no local.
 
Atualização (30/05/2016)
 
Os corpos dos indianos que permaneciam desaparecidos no Everest desde o acidente que sofreu seu grupo no dia 20 de Maio, finalmente foram encontrados. Neste final de semana o corpo de Paresh Chandra Nath foi encontrado alguns metros acima do Campo 4. Já os restos mortais de Goutam Ghosh foram vistos próximo da linha dos 8 mil metros. Com a descoberta dos corpos o número de vítimas mortais desta temporada de pré monção se eleva para 6.
 
 
Veja mais:
 

Publicidade:


Publicidade

Publicidade