Incêndio em torno do Parque Nacional de Yosemite já queimou 10.500 hectares - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Provocado pelo homem

Incêndio em torno do Parque Nacional de Yosemite já queimou 10.500 hectares

Um incêndio provocado pelo homem a oeste do Parque Nacional Yosemite (Califórnia) ameaçava nesta segunda-feira cerca de 2.000 casas e já queimou mais de 10.500 hectares.

Fonte:

O departamento de Proteção Florestal da Califórnia (Calfire) informou que o fogo também deixou três pessoas feridas.

Os bombeiros da Califórnia ordenaram no domingo que fossem evacuadas as zonas a oeste do Parque Nacional de Yosemite por causa da propagação de um incêndio que já queimou construções e ameaça cerca de 2.000 casas.

Segundo o CalFire, o fogo já causou perdas materiais significativas, mas, devido à intensidade do incêndio, por enquanto não há mais detalhes sobre a quantidade de imóveis afetados.

O fogo arde ao norte de nordeste da cidade de Mariposa e se encontra a 30 km da entrada do Yosemite, muito visitado durante as férias de verão.

Vários campings foram fechados, mas as estradas que levam ao Yosemite continuam abertas.

A Fox News informou que 2.000 bombeiros com 200 veículos, 12 aviões-tanque e 12 helicópteros combatiam o fogo.

O Parque Nacional de Yosemite é uma Meca da escalada nos Estados Unidos. Lá ficam o El Capitán e o Half Dome, que tem as vias mais famosas de Big Wall do mundo. Os montanhistas na Califórnia são organizados e ajudam bastante nos combates ao incêndio como voluntários.

Exemplo vindo do Brasil.

No Brasil estamos em pleno temporada de escalada e também na época mais seca do ano, onde é comum incêndios Florestais.

No ano passado houveram grandes queimadas em Parques de montanhas, uma das mais significativas foi a que ocorreu em Setembro no Parque Estadual da Serra do Ibitiraquire no Paraná, quando o fogo atingiu áreas onde eram raras as queimadas, como na encosta do Morro do Caratuva.

Naquela ocasião os montanhistas lutaram mais de dez dias contra as chamas, mas o incêndio só foi controlado com a chegada das chuvas.

Neste ano, a FEPAM, Federação Paranaense de Montanhismo e Escalada, está arrecando dinheiro para a compra de equipamentos para o combate de incêndios florestais. Ela também criou um grupo de voluntariados para o combate de fogo na Serra do Mar que inclusive recebeu treinamento do GOST, o Grupo Ostensivo de Socorro Tático dos Bombeiros, para ações contra incêndios.

Esta ação é uma medida tomada pela FEPAM para preservar a Serra do Mar. Na lista dos voluntários já existem mais cem montanhistas.


Equipe Altamontanha com informações da AFP

Publicidade:


Publicidade

Publicidade