Davi Marski escala a rota francesa no Huayna Potosi - AltaMontanha.com - Portal de Montanhismo, Escalada e Aventuras
Montanhismo na Bolívia

Davi Marski escala a rota francesa no Huayna Potosi

Davi Marski e o boliviano Faustino escalaram rota francesa na face leste do Huayna, uma rota bastante técnica e difícil.

Fonte:

Após ministrar curso de escalada em gelo na região do Condoriri, o escalador de Campinas-SP, Davi Marski foi ao Huayna Potosi e escalou junto com um andinista boliviano, Faustino, uma das rotas mais técnicas da montanha, a rota dos franceses, localizada na face leste da montanha de 6088 metros de altitude.

Os planos originais de Davi era escalar o Huayna pela face Oeste, considerada uma das rotas mais difíceis da Bolívia, a maior parede de gelo do país. O tempo, no entanto não ajudou o escalador, pois formaram-se grandes placas de gelo na parede o que deixou a escalada muito perigosa, quase suicida e por isso a desistência do projeto original.

Entretanto Davi não vai sair da Bolívia "à francesa". Se o grande projeto não deu certo, por motivos de segurança, ele o substituiu com uma escalada digna de um grande montanhista, por isso ele resolveu escalar a rota mais técnica do outro lado da montanha, a rota francesa.

Para acompanhá-lo na empreitada, ele contratou o guia boliviano Faustino, que dividiu a cordada com ele. Foi feito um revezamento normal de escalada, Davi guiava uma enfiada e em seguida Faustino: Na prática, eu guiei a primeira, ele guiou a segunda, eu novamente a terceira, e depois fomos em simultâneo até próximo do cume, onde colocamos mais uma proteção "meia-boca" e chegamos juntos ao cume. Disse Davi em seu blog.

De acordo com Marski, a rota não estava fácil. O gelo que impossibilitou a escalada da face Oeste também dificultou a escalada pelo outro lado: Escalada tensa, mista de neve e gelo, com um pequeno segmento (uns 6m) de verglass sobre rocha. Não havia gelo para usar parafusos, e a neve não era dura o suficiente para as estacas de neve… as paradas todas montadas triplas, mas com a nítida sensação de que agüentavam apenas o meu peso…

Mais brasileiros no cume

Os alunos que fizeram o curso com Davi no Condoriri, Alexis e Arthur, também fizeram o cume do Huayna, mas pela rota normal. Eles fizeram a escalada por conta própria. O professor deve estar orgulhoso.

Parabéns Davi

Veja o vídeo que Davi Marski editou sobre a escalada do Huayna.

Veja mais informações sobre a escalada no blog do escalador

Publicidade:


Publicidade

Publicidade